Nelson Pretto e Fabrício Carpinejar confirmam presença na Bienal do Livro da Bahia 2011

Sem categoria
23 de setembro de 2011
por Genilson Coutinho

O gaúcho Nelson Pretto, que também é cidadão soteropolitano, é mais um nome confirmado para a 10ª Bienal do Livro Bahia. Ele participa da mesa “Mídias Digitais, e-book: o futuro da literatura”, no dia 31 de outubro, às 18h, no Café Literário. O autor publicou “Uma escola sem/com futuro: Educação e multimídia” (2006) e “Escritos sobre educação, comunicação e cultura” (2008), ambos pela Papirus Editora. Nessa mesma mesa estará o também gaúcho Fabrício Carpinejar, que é poeta, cronista, jornalista e professor. Seus três livros de crônicas foram sucesso de público e de crítica. “Canalha!” (4ª edição) venceu o 51º Prêmio Jabuti/2009, “Mulher Perdigueira” (4ª edição) ganhou o Prêmio Açorianos de Literatura/2010, e “O Amor Esquece de Começar” (4ª edição) foi adotado como leitura obrigatória pela Universidade Federal de Goiás. O autor foi escolhido pela revista Época como uma das 27 personalidades mais influentes na internet, já que seu blog recebeu mais de 1 milhão e meio de visitantes e o twitter já superou a marca de 80 mil seguidores. A jornalista baiana Kátia Borges será a mediadora da mesa, cujo debate girará em torno do impacto da literatura no mercado editorial e da expansão dos meios eletrônicos.