Natura apresenta o lançamento do DVD Ilê Aiyê – Bonito de se ver

Sem categoria
31 de março de 2014
por Genilson Coutinho

Coquetel de lançamento será realizado no dia 3 de abril, na sede do grupo

O Ilê Aiyê realiza no dia 3 de abril o coquetel de lançamento do seu primeiro DVD, Ilê Aiyê – Bonito de se ver, com patrocínio do programa Natura Musical. Mais antigo bloco afro do carnaval baiano, o Ilê Aiyê comemora 40 anos em 2014. A gravação do DVD foi realizada em janeiro de 2013 na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, com direção musical de Arto Lindsay, direção de imagens de Pico Garcez e a participação de convidados especiais como Daniela Mercury, Carlinhos Brown e Margareth Menezes. Integram o setlist 18 canções emblemáticas do Ilê Aiyê, especialmente dos anos 1970 e 1980.

“É um registro muito importante de um bloco afro que faz parte da cultura da Bahia e do Brasil. É uma conquista que vai marcar a nossa trajetória”, resume Antonio Carlos dos Santos, o Vovô, ao falar do DVD, lembrando que participaram da gravação “alguns dos nossos parceiros, artistas que se identificam conosco e fazem parte da nossa história”.

É o caso de Margareth Menezes, que canta Mãe das Águas, e de Daniela Mercury, que reedita uma das canções mais importantes de sua carreira e do próprio Ilê, Pérola Negra, música que se tornou ícone do bloco. Também participaram da gravação os cantores Carlinhos Brown, Lazinho do Olodum, Beto Jamaica e Baragadá.  Depois que o Ilê Passar foi cantada por todos os convidados juntos.  Nos extras, eventos tradicionais como a Noite da Beleza Negra e a famosa Saída do Ilê, no sábado de Carnaval, pelas ruas do Curuzu/Liberdade, terão seu espaço.

O primeiro DVD do Ilê terá a assinatura de profissionais renomados. Como diretor musical, o músico e produtor norte-americano Arto Lindsay, que já fez outras parcerias com o bloco, como na gravação do CD “IV Canto Negro”, em 1998. Na direção de imagens, o diretor e fotógrafo brasileiro Pico Garcez, que tem no currículo desde vídeoclipes, curtas e peças publicitárias até trabalhos com estrelas baianas, como Claudia Leitte, Durval Lelys e Margareth Menezes.

O projeto foi selecionado pelo primeiro edital do programa Natura Musical dedicado exclusivamente à cena baiana, por meio do Fazcultura (Governo da Bahia). “Com um valor inestimável para a cultura brasileira e uma trajetória que este ano completa quarenta anos, o Ilê Aiyê já foi registrado inúmeras vezes por câmeras das mais diversas procedências, mas até hoje não tinha um registro de sua própria autoria”, lembra Fernanda Paiva, gerente de apoios e patrocínios da Natura. “O Natura Musical só pode agradecer a oportunidade de promover a valorização desse legado e ajudar a perpetuar a história de um ícone de nossa cultura”, afirma.

 40 anos – Fundado no dia 1º de novembro de 1974, o Ilê Aiyê, primeiro bloco afro da Bahia, nasceu no Curuzu – Liberdade, bairro de maior população negra do Brasil e onde mantém sua sede até hoje, na Senzala do Barro Preto. Na sua longa trajetória, o bloco tem homenageado países africanos, movimentos negros, personalidades, estados e regiões brasileiras que contribuíram, e ainda contribuem, para a afirmação de identidade étnica e a autoestima do negro no país.

A importância do Mais Belo dos Belos vai além do território nacional. Inúmeras viagens e participações em eventos internacionais marcam a história do Ilê. O bloco já passou por países como Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Angola, França, Itália, Espanha, China e Timor Leste. Também marcou presença em importantes encontros mundiais como o Fórum Universal de Las Culturas, realizado em Barcelona, em 2004, e no I Seminário Internacional do Fórum Social Mundial, que aconteceu em Dakar, no Senegal, em 2011.