Natália Lage e o baiano Edmilson Barros apresentam Edukators baseado em clássico do cinema no SESC Casa do Comércio em agosto

Sem categoria
3 de agosto de 2013
por Genilson Coutinho

“Seus dias de fartura estão contados”. Ameaça terrorista? Manifesto? Desejo de mudar o mundo? Utopia? A mensagem escrita em um bilhete e espalhada pelos ‘Edukators’ propõe uma revolução. Eles não se conformam com a desigualdade social, é preciso reverter a lógica capitalista, transformar o pensamento de cada indivíduo. A arte imita a vida? Essas são as questões propostas em ‘Edukators’com Natália Lage, Pablo Sanábio, Fabricio Belsof e o baiano Edmilson Barros, que tem direção de João Fonseca. A montagem que fica em cartaz nos dias 10 e 11 de agosto, no teatro SESC Casa do Comércio, leva aos palcos a estória que marca os anseios de uma geração.

Adaptado do clássico do cinema alemão de Hans Weingartner, o espetáculo sintetiza a indignação de uma geração órfã de revoluções. Rebeldes contemporâneos, Jan e Peter se autodenominam os “educadores”, donos de uma revolução simbólica e pacifista: eles invadem mansões, trocam móveis e objetos de lugar e disseminam mensagens de protesto. Tudo vai bem até um erro crucial durante a invasão da mansão de um milionário, que leva a um sequestro. Em “Edukators”, o conflito de gerações costura o retrato de uma juventude que não acredita em nada, mas nitidamente sente falta das utopias. A adaptação para o teatro é de Rafael Gomes e direção de João Fonseca. O elenco é formado pelo quarteto Natália Lage, Edmilson Barros, Fabrício Belsoff e Pablo Sanábio.

A criação de Hans Weingartner tornou-se um dos mais cultuados filmes dos últimos anos, uma espécie de manifesto da nova geração, carente de utopias e ideias, dividida entre a nostalgia de um espírito revolucionário e a aceitação do “fracasso” de movimentos que pregavam a justiça e igualdade social. O filme foi indicado à Palma de Ouro em Cannes e narra à história de três jovens que vivem em Berlim e praticam uma série de ações pacifistas. Eles acreditam que podem mudar o mundo, se auto intitulam ‘Edukators’ e procuram espalhar sua indignação de forma pacífica, invadindo mansões para divulgar suas mensagens de protesto. Eles não roubam nada, apenas alteram os móveis de lugar, desconfiguram o espaço. O objetivo é confundir, ameaçar simbolicamente. A invasão é arrematada com um bilhete no qual se lê a frase-manifesto: “Seus dias de fartura estão contados”.

Na adaptação para o teatro o espetáculo proporciona uma grande experiência de interatividade, seja através de recursos multimídias ou de uma inusitada configuração da cena, que coloca o público em novo ângulo, podendo até mesmo tornar-se parte da encenação. No prólogo o público “invade” a mansão juntamente com os ‘Edukators’, quando só então assistem à continuação da história. Para João Fonseca, as novidades da encenação não alteram o foco principal. “É importante propor o novo, mas o foco tem sempre que estar nos atores e no texto, essa é a base do meu trabalho”, explica o diretor. Na versão brasileira, não há necessariamente uma delimitação espacial para a história. A história não cria raízes, ela poderia se passar em qualquer grande centro urbano do mundo.

 Elenco

Pablo Sanábio e Fabrício Belsoff vivem os Edukators Peter e Jan, respectivamente. Natália Lage é Jule, namorada de Peter, que acaba descobrindo tudo e propõe a invasão da casa do milionário Hardenberg (Edmilson Barros), a quem deve uma considerável quantia em dinheiro. Algo dá errado e eles são obrigados a sequestrar Hardenberg. Da convivência e embate entre esses quatro personagens brotam as mais belas reflexões do texto. “Cada coração é uma célula revolucionária”. A relação entre os três amigos também se altera, ainda mais quando vem à tona a atração entre Jule e Jan. Nervos e desejos expostos. “O corpo é capaz de produzir drogas poderosíssimas e viciantes, como a paixão”.

 Ficha Técnica:

Baseado no filme The Edukators, de Hans Weingartner, em parceria com Kahuuna Films

Dramaturgia Original: Rafael Gomes / Direção: João Fonseca / Direção de Produção: Marlucia Sie / Elenco: Edmilson Barros, Fabrício Belsoff, Natália Lage e Pablo Sanábio / Diretor Assistente: Diogo Liberano / Cenário: Nello Marrese / Iluminação: Luiz Paulo Nenen / Figurinos: Bruno Perlatto / Trilha Sonora: Rodrigo Penna / Direção de Movimento: Rafaela Amado / Idealização do Projeto: Pablo Sanábio

 

Serviço

O que: EDUKATORS

Quando: Dias 10, sábado, às 21h e 11 de agosto, domingo, às 20hs

Onde: teatro SESC Casa do Comércio

Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia)

Duração: 75 minutos / Classificação: 14 anos

Produção local: Tom Tom Produções, Marlucia Sie Produções e Uns e Outros Produções

Informações à imprensa: Lucival França 71 8789 1004 | 9347 8595

Informações: (71) 3273 8543