Namíbia, não! encerra temporada em Salvador

Sem categoria
6 de julho de 2011
por Genilson Coutinho

 

O público de Salvador tem a última oportunidade para assistir ao espetáculo Namíbia, não!, que encerra sua terceira temporada na cidade, neste final de semana, com apresentações no Teatro Vila Velha dias 8, 9 e 10 de julho, às 20h.  Após o sucesso das três temporadas, que também passou pela Sala do Coro do TCA e Teatro Martim Gonçalves, a peça Namíbia, não! fará sua primeira apresentação fora da Bahia.

 

 

 

O espetáculo será exibido dia 27 deste mês como principal atração do dia no Festival de Inverno do Sesc Rio. Será a única apresentação em solo carioca para um público de 1.600 pessoas, no Teatro Palácio Quintandinha, na cidade de Petrópolis (RJ). Após essa estreia, se se apresentará em outras cidades do Sudeste brasileiro em datas e locais em vias de confirmação.

A peça – Escrita por Aldri Anunciação e dirigida por Lázaro Ramos, Namíbia, não! tem argumento provocador ao abordar, sem tentar resolver o assunto, uma situação hipotética: o ano é de 2016 e o Governo brasileiro obrigou que todos os afrodescendentes regressem imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata.

Situações inusitadas são discutidas com muito humor e ironia. Os debates enfocam a vida dos de “melanina acentuada” e assim o público, embora rindo bastante durante a encenação, é conduzido a ponderar as reflexões lançadas a partir dos diálogos entre os atores Flávio Buaraqui e Aldri Anunciação.

A montagem conta com o patrocínio dos Correios e Ministério da Cultura. O texto foi agraciado com os Prêmios de Teatro Myriam Muniz (Funarte) e Fapex de Teatro 2010 por sua dramaturgia, teve leituras dramáticas no II Ciclo Negro Olhar (RJ) e no FIAC (BA), além de ter sido debatido na 1° Mostra de Teatro Negro (SP).

Sinopse: Em 2016, o Governo brasileiro decretou uma Medida Provisória obrigando que todos os de ‘melanina acentuada’ sejam capturados e enviados imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata. A medida é uma ação de reparação social aos danos causados pela União. Mas, para não incorrer no crime de “Invasão a Domicílo”, eles só podem ser capturados na rua. Assim, André e Antônio passam o dia trancados no apartamento, debatendo as  questões sociais e econômicas da vida atual, seus anseios pessoais e as consequências de um iminente retorno à África-mãe.

Foto: Genilson Coutinho

Encerramento da 3a temporada do espetáculo Namíbia, não!
Dias 8, 9 e 10 de julho de 2011.
Teatro Vila Velha [Av. Sete de Setembro, s/n – Passeio Público, Campo Grande, Salvador (71) 3083-4600]
às sextas, sábados e domingos, sempre às 20h
ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia entrada), à venda no local [bilheteria abre às 18h e faz venda antecipada]