Nadador de Tonga mostra bumbum em protesto contra jornalista

Notícias
13 de agosto de 2016
por Genilson Coutinho

Amini Fonua (Foto: Instagram / Reprodução)

O jornalista britânico Nico Hines, do ‘The Daily Beast’, causou polêmica ao criar um perfil falso no aplicativo de encontros gays, Grindr, para descobrir ateltas na vila olímpica. O texto publicado por Hines recebeu diversas críticas nas redes sociais, inclusive feitas por ateltas, por ter ser considerado uma armadilha inconveniente.

Para quem não sabe, um jornalista do site americano Daily Beast resolveu que seria uma boa ideia usar o Grindr, um aplicativo para encontros gays, na Vila Olímpica, no Rio de Janeiro – mas o jornalista é heterossexual e estava ali para expor conversas privadas em forma de matéria caça-cliques. “Tirou do armário”, inclusive, atletas de países onde ser homossexual é proibido. O texto dele movimentou a internet e gerou reação de Amini Fonua, um nadador do Tonga.

O  nadador  em protesto  publicou uma foto do bumbum com o texto ‘Ei, @nicohines & @thedailybeast – se vocês estavam no Grindr procurando bundas gostosas (e não vejo outra razão para vocês estarem lá), aqui está a minha, em todo seu orgulho e glória”.

Amini Fonua (Foto: Instagram / Reprodução)

“Ainda é ilegal ser gay no Tonga, e embora eu seja forte o suficiente para ser eu mesmo diante do mundo, nem todas as pessoas são. Respeitem isso”, desabafou o nadador, em uma chuva de tuítes emocionados. Ele continuou: “Nenhum heterossexual jamais saberá a dor de revelar sua verdade e tirar isso é simplesmente… eu não consigo. Literalmente isso me leva às lágrimas. Imagine o único espaço onde você se sente seguro, o único espaço onde pode ser você mesmo, arruinado por uma pessoa hétero que acha tudo uma grande piada?”

‘Vão se f…’

Fonua também se dirigiu diretamente ao jornalista e à publicação:  “Você me dá nojo. Consegue imaginar quantas vidas você acaba de arruinar sem nenhuma razão além de jornalismo caça-cliques? Vão se f. com seu privilégio branco, masculino e heterossexual oprimindo pessoas no armário que não conseguem viver sua verdade ainda. Vocês nos arruinam”. No Instagram, postou um bundalelê irônico: “Dá um beijinho e sai fora! #orgulho”