Mulheres trans comandaram delegações na abertura das Olimpíadas no Rio

Notícias
7 de agosto de 2016
por Redação

Lea T

A modelo Lea T não foi a única mulher trans a fazer parte da cerimônia de abertura das Olimpíadas no Rio de Janeiro. Ao lado dela, Fabíola Fontenelle e Maria Eduarda Menezes também brilharam na condução das coloridas bicicletas da cerimonia.

Fabíola Fontinelle, ao lado esquerdo e Maria Eduarda Menezes, do lado direito da foto

A figurinista Fabíola conduziu as delegações da Alemanha, República Tcheca, Índia e Emirados Árabes Unidos. Já a agente de turismo Maria Eduarda distribuiu todo seu charme a frente das delegações de Moçambique, Suécia e República Islâmica do Irã.

Fontinelle em entrevista ao site NLUCON, falou sobre a importância da participação das mulheres trans na abertura: “Não só a Lea T, como eu e a Maria Eduarda Menezes estamos juntas com ela na abertura das Olimpíadas. Dei uma entrevista sobre ser trans no Brasil hoje para a TV alemã. Deixei bem claro que estamos felizes com o convite, só que a realidade do nosso país é bem diferente. Existe, sim, muito preconceito”.