Mulheres solteiras desafiam comunidade patriarcal em campanha

Comportamento, Social
8 de abril de 2016
por Genilson Coutinho

Mesmo com as inúmeras conquistas das mulheres e toda a força que o empoderamento feminino vem ganhando nos últimos anos, ainda vivemos em um mundo com tradições patriarcais. Entre as tantas pressões que essa cultura exerce sobre o gênero, está o valor simbólico do casamento. Em muitos lugares, principalmente em países mais conservadores, o status “solteira” é sinônimo de fracasso.

É o que acontece na China. No país asiático, mulheres acima dos 25 anos de idade que ainda não se casaram são consideradas Sheng nu, que significa “mulher abandonada”. O título tem um peso social terrível para elas, principalmente porque, como a reputação é extremamente importante para as famílias, essas mulheres sofrem com a culpa por “desapontar” seus pais.

É neste cenário que a linha de maquiagem Skincare brand SK-II, da Sephora, decidiu trabalhar o empoderamento. Na campanha “Assuma o controle do Mercado de Casamentos”, a marca reuniu chinesas solteiras que vivem exatamente essa situação.

O título do filme não é à toa, existe um Mercado de Casamentos em Shanghai, onde pais de mulheres como as do vídeo, distribuem panfletos com os perfis das filhas a fim de encontrar um marido para elas. É exatamente na praça onde acontece o embate entre elas e a comunidade.

As convidadas foram desafiadas a trocarem os anúncios feitos pelos seus pais por fotos delas mesmas e mensagens explicando como essa pressão as impacta. O resultado é emocionante e mostra como uma marca pode impactar uma comunidade inteira: