Comportamento

Social

“Mulheres que amam demais” Paula Burlamaqui fala sobre romance gay em série do ‘Fantástico’

Genilson Coutinho,
13/10/2014 | 13h10

paula

Paula Burlamaqui viverá uma motorista de ônibus que sofrerá com o amor doentio da parceira, interpretada por Marjorie Estiano, em “Mulheres que amam demais”, série baseada no livro de Marília Gabriela sobre ciúme, que será exibida no “Fantástico”. Mas a atriz adianta que a relação será mostrada de forma muito delicada.

— Tudo foi dirigido com muita delicadeza pela Amora Mautner. Temos apenas uma sequência de lingerie como se elas já estivessem acabado de transar. A Marjorie é incrível. Fiquei super à vontade — elogia Paula, que já viveu uma lésbica em “A Favorita” (2008).

Como parte de sua preparação para o papel, ela teve que aprender a dirigir um ônibus e surpreendeu, segundo ela:

— Fiquei um dia inteiro numa garagem aprendendo. É bem diferente de carro ao fazer a curva. Você tem que prestar bastante atenção também na hora de parar no ponto por causa da porta aberta e do espelho, que é enorme.

Paula diz que a personagem é bastante feminina e que irá penar nas mãos da namorada obsessiva.

— Ela fará escândalos e barracos. É muito insegura, tipo aquelas mulheres que amam demais, sabe? Eu não aguentaria na vida real. Termino com namorado no primeiro piti — afirma.