Movimento tree elétrico inicia plantão de árvores na Mata de São João

Serviços
13 de julho de 2018
por Genilson Coutinho

O Movimento Tree Elétrico inicia nessa sexta-feira, 13, a fase final de uma jornada em busca da neutralização de CO2 emitidos durante o carnaval. As primeiras mudas serão plantadas na cooperativa JK, espaço sexagenário com mais de 200 agricultores cooperados.

A ação que tem início na sexta (13) e continua no sábado (14) será a primeira, com previsão para plantio das mais de 2 mil mudas restantes, adquiridas pelo Instituto Fábrica de Flores e Gambá, ao longo da semana.

Segundo Laura Gurgel, coordenadora do Movimento, o Tree ajudou a dar visibilidade à necessidade de co-responsabilidade entre cidadãos, iniciativa privada e instituições em realizar ações que contribuam para a minimizar do efeito estufa. “É muito importante valorizarmos maneiras alternativas de consumo, interação, criação e pensamento. Será por esse viés que poderemos gerar mudanças”, comenta Gurgel.

O MOVIMENTO TREE ELÉTRICO

 Idealizado com o propósito de neutralizar os impactos causados pela maior festa de rua do planeta, o carnaval, o Movimento Tree Elétrico nasceu para romper estereótipos e debater sobre as mudanças cotidianas que fazem diferença positiva ao ambiente.

Foi pensando nessas temáticas que o Movimento criou, durante o verão, o Espaço Verde no Shopping da Bahia (SDB). Lá, tratou sobre compostagem, produção orgânica, rios urbanos e suas problemáticas além de diversas outras temáticas que tocam a responsabilidade dos cidadãos para com a natureza.

PLANTAR PARA FLORESCER

 A escolha pela cooperativa JK foi em homenagem à sua história de mais de 60 anos na região da Mata de São João, onde chegaram os primeiros imigrantes vindo do Japão. Com apenas a promessa de estrutura e uma terra de oportunidades, os japoneses transformaram uma região inóspita em uma área de preservação e plantio.

A Colônia de japoneses, que atracaram no Brasil em meados de 1959 fugidos da guerra, hoje conta com cerca de 30 famílias que vivem exclusivamente do plantio e cultivo orgânico. Conscientes da importância de manter o bioma da Mata Atlântica conservado em suas propriedades, os agricultores da Cooperativa JK irão receber as mudas derivadas do Movimento Tree Elétrico para o plantio.