Mostra Possíveis Sexualidades começa nesta terça-feira (24)

Sem categoria
24 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho


Longas inéditos, animações, mostra competitiva de curtas metragens, workshops e debates estão entre um leque de atividades da VI Mostra Possíveis Sexualidades, que acontece em Salvador de 24 a 29 de setembro, na Caixa Cultural, Instituto Cervantes e no Circuito Sala de Arte – Cinema do Museu, com a exibição de 12 filmes inéditos na cidade. Dentre os destaques, estão os lançamentos nacionais “A Volta da Pauliceia Desvairada”, “Esse Amor que Nos Consome” e “Kátia”.

O evento é o maior Festival de Cinema e Diversidade Sexual do Norte-Nordeste e é financiado com recursos do Fundo de Cultura da Secretaria de Cultural do Estado da Bahia e Secretaria da Fazenda, por meio do Edital Setorial de Audiovisual e patrocínio da Caixa Cultural.

Entre as obras internacionais, destacam-se as estreias do documentário sobre James Dean, que remonta sua biografia e cogita sua homossexualidade “Joshua Tree, 1951: A Portrait of James Dean” (Matthew Mishory, EUA, 2012, 90 min). Outro documentário que deverá chamar a atenção do público é “I’m a divine” (Jeffrey Schwarz, EUA, 2013, 90 min), que conta a história do icônico drag queen norte-americano, Divine.

A Mostra Possíveis Sexualidades selecionou 12 curtas metragens para a Etapa competitiva do festival, de um universo de 100 filmes inscritos. A seleção foi feita pela curadoria formada por Rodrigo Barreto, professor e doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Os filmes da competição serão exibidos de 25 a 27 de setembro, às 15h, na Caixa Cultural (Rua Carlos Gomes). Para ter acesso aos filmes, basta contribuir com um quilo de alimento.

O Instituto Cervantes irá receber a Mostra Diva, que apresentará para os soteropolitanos 13 obras de animação, entre obras brasileiras e internacionais. De 24 a 29 de setembro, às 15h, gratuitamente.

Teatro – O início e a finalização da Mostra Possíveis Sexualidades serão marcados pelo diálogo com as artes cênicas. O diretor teatral e pesquisador Djalma Thürler assinará o show de abertura do evento, no dia 24 de agosto, às 20h, na Caixa Econômica Cultural. A apresentação terá um formato de Music Hall, intitulado BUARQUEANDO, num repertório que fará um passeio pela obra de Chico Buarque para o teatro.

Thürler vai contar com um elenco formado pelas transformistas Marina Garlen, Rainha Loulou e Valerie O’hora, contando com a participação especial do ator Duda Woyda. A apresentação vai mostrar o talento e qualificação desses artistas, cujo trabalho fica restrito às casas noturnas da cidade.

“É uma pena que suas performances, quase sempre, fiquem restritas aos pequenos palcos da madrugada porque são grandes atores”, revela o diretor.

O diretor teatral Gil Vicente Tavares vai assinar a leitura dramática do texto “As Lágrimas Amargas de Petra von Kant”, de Rainer Werner, que reuniu um elenco de peso, formado por atrizes experientes como Cristiane Mendonça, Fafá Menezes e Cláudia de Moura, além de Camila Sarno, Lis Luciddi e Carlos Betão. O texto conta a história de uma estilista de alta costura, bem sucedida, que se vê derrotada pela paixão não correspondida uma jovem de classe social inferior. O público poderá conferir a leitura dramática no dia 28 de setembro (sábado), às 17h, na Caixa Cultural.

Debates e Workshops – Discussões pulsantes sobre a diversidade sexual e de gênero no Brasil acontecerão durante VI Mostra Possíveis Sexualidades. Palestras e círculos de conversa debaterão três assuntos na pauta do dia: as relações entre as religiões e adiversidade sexual, a cobertura da imprensa sobre o tema e como a internet impacta nas relações homoafetivas. O ciclo de palestras acontecerá de 25 a 27 de setembro, às 17h, na Caixa Cultural, com entrada franca e sem necessidade de inscrições prévias.

Para encabeçar os debates foram convidados renomados pesquisadores e pesquisadoras, que irão trazer diferentes enfoques para as questões ligadas à diversidade de gênero e sexualidade, com linguagem acessível. Para tratar do tema das Religiões e diversidade sexual e de gênero, no dia 25 de setembro, os palestrantes são André Musskopf (Faculdade EST-RS) e Murilo Arruda (UFBA), com a mediação de Raquel Florence (UFBA/CUS). No dia 26 de setembro, a Cobertura da mídia e a diversidade sexual e de gênero serão o tema da mesa com Carlos Alberto de Carvalho (UFMG), Malu Fontes (UFBA) e mediação de Tess Chamusca (UFBA). Normas e subversões da sexualidade na internet é o tema que encerra o ciclo de debates, recebendo os palestrantes: Luiz Felipe Zago (UFRGS), Gilmaro Nogueira (UFBA/CUS) e a debatedora Simone Brandão Souza (UFBA/UFRB/CUS).

A VI Possíveis Sexualidades vai garantir a realização de três workshops, com profissionais de destaque na cena audiovisual: René Guerra (Workshop de Direção), Newton Cannito (Workshop de Roteiro) e Rodrigo Barreto (Workshop de Análise de Videoclipe). As atividades formativas têm inscrição gratuita e até o dia 05 de setembro podem ser feitas pelo site.