Mostra ‘Diversidade sem Paredes’ começa nesta terça-feira (6)

Notícias
5 de outubro de 2015
por Genilson Coutinho

Quem tem medo de Cris Negão? É um dos destaques na programação .

A mostra de cinema “Diversidade sem Paredes” começa na próxima terça-feira, 6 de outubro, durante a semana Rainbow Fest. Serão exibidos 12 filmes, entre curtas e longas-metragens, divididos em três temas: Quando as ‘gay’ Arrombam o Armário! O Movimento LGTB: História de Luta e Resistência; Kirida, Vai Fazer a Normativa? Uma Estética LGBT: Construções de Estereótipos e Preconceitos; e Xanas, Necas e Edis! Sexualidades e Suas Diferentes Vivências: Trajetórias e Experiências!. As sessões acontecem até o dia 8, quinta-feira, sempre às 19 horas, no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), na Av. Getúlio Vargas, 200, Centro de Juiz de Fora (MG), com entrada gratuita.

Organizada pelo projeto “Cineclube Bordel sem Paredes”, em parceria com o Movimento Gay de Minas (MGM), a mostra apresentará dez produções cinematográficas do Brasil e duas dos Estados Unidos. Os filmes estimulam a reflexão acerca da pluralidade de orientações sexuais na sociedade.

Programação completa

*6 de outubro | Terça-feira | Início: 19 horas
Tema: “Quando as ´gay`Arrombam o Armário! O Movimento LGTB: História de Luta e Resistência”

CURTAS:
“Ópera Curta” – Direção: Marcelo Laffitte | Duração: 12 minutos | 2004 | Brasil
Sinopse: A “Parada do Orgulho Gay” vira cenário de uma ópera moderna. A batida eletrônica do techno conduz o público, ao longo de cinco atos, no compasso de um triângulo amoroso vivido por duas mulheres e uma travesti.

“Novembro Paralelo” – Direção: Ivan Ribeiro | Duração: 12 minutos | 2011 | Brasil
Sinopse: Um curta anti-homofobia, antibolsonaro e antibarbárie. A Justiça foi feita e a realidade alterada contra a homofobia.

“Os Sapatos de Aristeu” – Direção: Luiz René Guerra | Duração:
17 minutos | 2008 | Brasil
Sinopse: Uma travesti morta é preparada por outras travestis para o velório. Após receber o corpo, a família decide enterrá-la como homem.

LONGA:
“Paris is Burning” – Direção: Jennie Livingston | Duração: 77 minutos | 1990 | EUA
Sinopse: Um premiado e antológico documentário que explora a cena dos Ballrooms, de New York, na segunda metade dos anos 1980. Considerado um marco na visibilidade da população LGBT nos EUA, a produção mostra a realidade crua, misturada à cultura vibrante e criativa da cena dos Balls de New York.

* 7 de outubro | Quarta-feira | Início: 19 horas
Tema: “Kirida, Vai Fazer a Normativa? Uma Estética LGBT: Construções de Estereótipos e Preconceitos”

CURTAS:
“Transophia” – Direção: Ivan Ribeiro | Duração: 17 minutos | 2013 | Brasil
Sinopse: “Gisele Almodóvar” (Silvero Pereira) e “Deydianne Piaf” (Dênis Lacerda) conversam sobre seus anseios e medos enquanto trabalham prostituindo-se nas ruas de São Paulo. Nesse contexto, a noite é imprevisível e cheia de mistérios.

“Negra Lésbica” – Direção: Erica Roberta Silva, Patrícia Nórica e Priscilla Mendes | Duração: 5 minutos | 2013 | Brasil
Sinopse: Em uma sociedade machista e heteronormativa, seis mulheres, com seis histórias diferentes, apresentam um único elo – o preconceito que sofrem por serem negras e assumirem a sua orientação sexual.

“Quem tem Medo de Cris Negão” – Direção: Luiz René Guerra | Duração: 15 minutos | 2012 | Brasil
Sinopse: O filme é um mergulho no universo das travestis a partir da figura lendária do submundo de São Paulo, Cristiane Jordan, ou “Cris Negão”, como era chamada. Odiada e temida por uma legião, ela também tinha seus fãs, até que foi assassinada com dois tiros na cabeça.

LONGA:
“Madame Satã” – Direção: Karim Aïnouz | Duração: 105 minutos | 2002 | Brasil
Sinopse: Rio de Janeiro, 1932. Após deixar a prisão, o transformista João Francisco (Lázaro Ramos) passa a viver com sua “esposa” e prostituta Laurita (Marcélia Cartaxo); Firmina, a filha de Laurita; Tabu (Flávio Bauraqui), seu cúmplice; o amante Renatinho (Felippe Marques); e Amador (Emiliano Queiroz), dono do bar Danúbio Azul. É nesse ambiente que João Francisco irá se transformar no mito Madame Satã.

*8 de outubro | Quinta-feira | Início: 19 horas
Tema: “Xanas, Necas e Edis! Sexualidades e Suas Diferentes Vivências: Trajetórias e Experiências!”

CURTAS:
“Amanda e Monick” – Direção: André da Costa Pinto | Duração: 20 minutos | 2008 | Brasil
Sinopse: O documentário conta a história de uma professora e uma profissional do sexo que são travestis e lutam para construir suas vidas. Os depoimentos da companheira de Monick e do pai de Amanda surpreendem, emocionam e estimulam a reflexão sobre as noções de gênero, preconceito e amizade.

“A Vida ao Lado” – Direção: Gustavo Galvão | Duração: 12 minutos | 2006 | Brasil
Sinopse: Cecília sonha com Ana, mas não tem coragem de se aproximar dela. Ana tenta conquistar Alberto, que pensa simplesmente em se matar. Em um dia decisivo, três vizinhos passam a dividir a mesma experiência: o amor.

“Além das Cores” – Direção: Camila Biau | Duração: 19 minutos | 2012 | Brasil
Sinopse: Imersa na movimentada cena noturna da região da Rua Augusta, no coração de São Paulo, Daniela Glamour Garcia conduz esta crônica sobre os conflitos de quem decide viver à margem do que é considerado “normal” pela maioria.

LONGA:
“Shortbus” – Direção: John Cameron Mitchell | Duração: 102 minutos | 2006 | EUA
Sinopse: “Sofia” (Sook-Yin Lee) é uma terapeuta de casais que nunca teve um orgasmo e que acaba se envolvendo com dois de seus pacientes: James (Paul Dawson) e Jamie (PH DeBoy). Há ainda Severin (Lindsay Beamish), uma dominatrix que mantém sua vida em segredo e não se abre para as pessoas. Nesse contexto, todos se encontram regularmente no Shortbus, um clube underground onde arte, música, política e sexo se misturam.

Do Portal Acessa.com