Morre o desenhista Luis Augusto, criador do Fala, Menino

Notícias
22 de janeiro de 2018
por Genilson Coutinho

Projeto criado por luiz em 2013

O cartunista baiano Luis Augusto, autor da HQ Fala, Menino!, morreu no último sábado (20), aos 47 anos. A reportagem ainda está apurando a causa da morte, mas familiares e amigos confirmaram e lamentaram o falecimento.
O cartunista era um aliado das lutas LGBT e, em 2013, juntamente com Paullete Furacão, deu início à construção de uma cartilha, em formato de história em quadrinhos, que tinha como objetivo versar sobre os seguintes eixos temáticos: saúde, educação, segurança, trabalho, cidadania, justiça, cultura e turismo, contextualizando com as situações vividas pela comunidade LGBT, e buscava facilitar a melhoria do atendimento dos LGBTs nas esferas do serviço público do estado da Bahia, através do Nucleo LGBT da SJDHDS – Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social. Infelizmente o projeto não seguiu em frente por questões de decisãos do governo na época.


Nas redes sociais, amigos e parceiros lamentaram a morte de Luiz.


O Fala, Menino! foi criado em 1996, e publicado em livros e jornais. Ganhou uma animação que foi exibida na TV. Na história, protagonizada pelo menino Lucas, eram discutidos temas como preconceito e diferenças. A responsabilidade social era uma preocupação constante do criador. Luis também criou o quadrinho Ben e a Bisa, em que o filho do desenhista, Ben, era o protagonista.