Moema Gramacho diz não à parada Gay de Lauro de Freitas

Sem categoria
22 de outubro de 2012
por Genilson Coutinho


A prefeita Moema Gramacho (PT), que este ano havia recebido título de Madrinha LGBT, concedido pelo Grupo Gay de Lauro de Freitas, decidiu que não irá apoiar a 7ª Parada Gay que seria realizada no último domingo (21), a partir das 14h na praia de Ipitanga .
De acordo com os dirigentes da Organização, que foram pegos de surpresa, a prefeita atribuiu o fato à falta de verba, mas contestam essa informação, e alegam que a decisão tem ligação com sua derrota nas eleições no dia 7 de outubro.
De acordo com Franklin Silva, presidente do Grupo, mesmo sem o apoio da prefeita, o evento irá acontecer com a ajuda dos comerciantes da cidade. “Não podemos deixar um evento importante como esse não acontecer por um novo posicionamento da prefeitura que, após a derrota, resolveu virar as costas para a causa que tanto contribui com as suas ações em prol da causa LGBT da cidade. Isso é um absurdo. Às vésperas do evento, ela nos comunica que não tem verba para nos ajudar. Temos que abrir os olhos com esses candidatos que levantam bandeira durante as campanhas e depois de eleitos, ou não, eles esquecem dos LGBT”, desabafou ao site Dois Terços.
Ainda conforme o presidente, a comunidade LGBT de Lauro de Freitas recebeu a notícia com muita tristeza e fazem um questionamento sobre a decisão da prefeita: “se ela tivesse ganhado as eleições, também não teria dinheiro?”.