Miss Brasil Gay Oficial confirma atrações

Notícias
20 de julho de 2018
por Genilson Coutinho

A um mês para o Miss Brasil Gay Oficial, as atrações já estão confirmadas e na expectativa para o concurso. O evento acontece dia 18 de agosto, no Terrazzo, em Juiz de Fora (MG). O maior e mais importante concurso gay do país vai eleger, entre as 27 candidatas de cada estado e distrito federal, o mais belo transformista. Na edição anterior, Guiga Barbieri foi eleita a Miss Brasil Gay 2017 e também levou os prêmios de melhor traje típico e melhor traje de gala.

 Na edição de 2018, o público pode esperar um concurso de alto nível e também um espetáculo repleto de surpresas, com as performances de Ikaro Kadoshi, Penelopy Jean, Silvetty Montilla, Alexia Twister, Suzy Brasil, Mitta Lux e Wandera Jones. “Para este ano, escalamos um time diverso e poderoso de artistas, para animar, emocionar e, sobretudo, surpreender os convidados no Miss Brasil Gay Oficial”, comenta André Pavam, organizador e produtor do evento.

 Silvetty Montilla, drag queen reconhecida em todo país na noite LGBTI, expressou sua felicidade em estar presente este ano: “A expectativa é muito grande. Desde a primeira edição frequento o Miss Brasil Gay Oficial e, por estar presente como uma das principais atrações dessa vez, espero ser ainda mais especial”, destacou. Logo após o concurso, Silvetty embarca para Londres, para lançar sua biografia.

 Suzy Brasil, roteirista em programas como Ferdinando Show e Vai que Cola, da Multishow, é a atração humorística do evento. Ela analisou o concurso como de extrema importância para a comunidade LGBTI, porque, segundo ela, o público heterossexual também participa e prestigia, mostrando o respeito e a valorização que a sociedade em geral deve ter com os homossexuais.

 Ela ainda aponta para a qualidade e conforto que o concurso oferece, sendo um entre os poucos eventos destinados ao público homossexual que resiste depois de tanto tempo na estrada: “O Miss Brasil Gay Oficial é um tiro certo atrás do outro, é beleza em cima de beleza. Um evento que acontece há tanto tempo e nunca perdeu sua magia”.

 Repetindo a dobradinha do ano passado, Ikaro Kadoshi e Érica Salazar serão a dupla de apresentadores da 38ª edição. O Miss Brasil Gay 2017 superou as expectativas e novamente a organização confia na dupla, que comandou o concurso no ano passado, para reeditar o sucesso. “Ser mestre de cerimônias junto com a Erica Salazar é o maior presente que poderia receber do Miss Brasil Gay Oficial, além de ser uma grande responsabilidade”, afirmou Ikaro Kadoshi, que também assina, juntamente com André Pavam, a direção artística do concurso.

 Ele ainda ressaltou o peso que o evento tem na discussão das pautas homossexuais dentro da sociedade: “Mais que uma premiação, veremos pessoas que questionam o funcionamento do mundo, a desigualdade de gêneros e como os homens tratam as mulheres. Seria muito pequeno eu dizer que o Miss Brasil Gay somente é relevante para comunidade LGBT, é importante para todo mundo que se entende como ser humano e tem como referência a libertação, a empatia e amor”, destaca. Ikaro Kadoshi e Penélope Jean, que também é atração confirmada no concurso, apresentam o programa “Drag me As a Queen”, do canal E!.

Miss Bahia fará homenagem ao Ilê no Miss Brasil Gay, em Juiz de Fora

 Agora que a cidade de Juiz de Fora foi oficialmente afiliada à Associação Internacional de Turismo Gay e Lésbico (IGLTA), o Miss Brasil Gay Oficial passa, inclusive, a integrar a agenda internacional do turismo gay junto à Semana Rainbow. Marcelo do Carmo, consultor de eventos, ressalta a importância dessa filiação: “A intenção de reinserir Juiz de Fora no turismo LGBTI mundial é uma tarefa lenta e árdua. Mas acreditamos que esse trabalho em rede (Miss Brasil Gay e RainbowFest) auxilia na internacionalização do concurso, ao mesmo tempo em que fomenta a atividade turística na cidade”.

 Sobre o Miss Brasil Gay Oficial

Em 1976, na cidade de Juiz de Fora, o cabeleireiro Francisco Mota criou o Miss Brasil Gay. Trata-se de uma competição entre 27 candidatos (26 estados brasileiros e o Distrito Federal) onde é eleito o mais belo transformista do país. A principal regra é: os concorrentes devem ser do sexo masculino, não podem ser travesti ou transexual, sendo proibidas as intervenções cirúrgicas estéticas. O evento é conhecido internacionalmente, fato que lhe rendeu o registro como patrimônio imaterial do município em 2007.

 O Miss Brasil Gay Oficial visa ser um evento social, com ingressos a preços populares, estrutura de qualidade, além de shows e presença de artistas reconhecidos nacionalmente. O concurso também tem como objetivos se tornar instrumento de luta em favor dos direitos dos homossexuais no Brasil e reposicionar a cidade de Juiz de Fora na rota do turismo LGBT, nacional e internacional.

 O Miss Brasil Gay Oficial 2018 tem a Antuérpia como patrocinadora oficial e o Ibis como Hotel Oficial.

 Serviço

 O Miss Brasil Gay Oficial

Data: 18 de agosto

Horário: 20h

Local: Terrazzo

 Pontos de Venda:

– Zine Cultural (Rua Floriano Peixoto, 723)

– All Sports (Av. Brasil, 6345 – Shopping Jardim Norte)

– Shape Suplementos ( Avenida Itamar Franco, 3600- Independência Shopping)

– Planet Music (R. Morais e Castro, 218)

– Zé Kodak (R Halfeld, 608 – loja-105 )

– Sede do Cesar Romero (Rio Branco, 2721 – 1203)

– www.missbrasilgay.com.