Ministro da Saúde nega redução de verba para a campanha de combate a Aids

Sem categoria
22 de novembro de 2011
por Genilson Coutinho

Em coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (21), o ministro da saúde, Alexandre Padilha, declarou que a campanha será focada em jovens e desmentiu a redução de verba.
Padilha adiantou que neste ano a campanha, além da televisão, vai estar presente nas redes sociais e que também serão realizados shows para sua divulgação. A nova campanha começa no dia 1 de dezembro e segue até o Carnaval.

O ministro alegou que pesquisas indicam a redução do uso de camisinha entre os mais jovens. Na outra ponta, a pesquisa mostra que 95% da população tem consciência de que o preservativo é o melhor meio para se evitar o contágio por HIV.

A respeito da redução de verba, que foi noticiado pela imprensa no domingo (20), Padilha negou. O ministro afirmou que a verba destinada para a nova campanha é de R$ 16 milhões e que em 2010 foi de R$ 15 milhões. O tema de prevenção à Aids terá como foco mulheres com idade entre 13 e 29 anos, e homens do grupo HSH (homens que fazem sexo com outros homens) com idade entre 15 e 24 anos. O tema será o combate ao preconceito.

O ministro da saúde comentou ainda sobre a intervenção de entidades religiosas na campanha que pregam a abstinência sexual como método de evitar a Aids. “Não é ético se pautar por posições filosóficas que não contribuem para a redução da epidemia”, declarou.