Militantes não querem Claudia Leitte como madrinha de Parada Gay

Sem categoria
23 de fevereiro de 2012
por Genilson Coutinho

A escolha da cantora Claudia Leitte para ser madrinha da Parada do Orgulho LGBT da Bahia tem gerado uma série de protestos e insatisfações pela militância LGBT principalmente nas redes socais e através de  abaixo – assinados online no qual a comunidade gay contesta a escolha e solicita que o Grupo Gay da Bahia reveja o convite feito a cantora que afirmou ter recebido o convite ,porém não sinalizou a resposta segundo ela em razão da sua gravidez

O motivo do protesto e do  abaixo-assinado foram as declarações de  “Claudia Leitte e do seu marido que afirmaram que não gostariam que o filho deles fosse gay mas que fosse macho. Mesmo com a tentativa de retratação da cantora   em seu blog afirmando a sua posição diante da questão LGBT.

No documento online a militância solicita que o GGB avalie o convite: “Neste ato, nós militantes em defesa da plena cidadania e igualdade de direitos LGBTs, envolvidos na luta pelo combate a homofobia e a transfobia, solicitamos ao prof. dr. Luiz Mott e demais representantes do GGB (Grupo Gay da Bahia), pessoas com admirável histórico de luta, de reconhecido esforço e incansáveis na defesa dos direitos humanos dos homossexuais no Brasil, que repensem a escolha da cantora Cláudia Leite para ser a madrinha da 11ª Parada LGBT da Bahia”, trecho do  abaixo-assinado disponível aqui