Militante lésbica do Piaui é indicada a prêmio nacional por trabalho em prol dos LGBT

Sem categoria
2 de agosto de 2012
por Genilson Coutinho

A militante piauiense Marinalva Santana acaba de ser indicada ao Prêmio Claudia 2012, na categoria Trabalho Social. Lésbica assumida, ela fundou há dez anos o grupo Matizes, uma das entidades mais respeitadas dentro da militância LGBT, em nível nacional.

“Sinceramente, não esperava essa indicação. Aqui, nós fazemos nosso trabalho como formiguinhas, e, às vezes, não nos damos conta da grandeza desse trabalho e até onde ele pode repercutir. Estou feliz, de verdade”, reconheceu a indicada, em entrevista a um site local.

O Prêmio Claudia foi criado em 2006 e tem como objetivo reconhecer o trabalho de mulheres que se destacam no país nas áreas de negócios, políticas públicas, ciências, cultura e trabalho social.