Militância LGBT discute plano de ação contra a homofobia

Sem categoria
28 de agosto de 2012
por Genilson Coutinho


O desenvolvimento de um plano de ação para prevenção contra os crimes de homofobia, em conjunto com o programa “Bahia sem Homofobia”, foi o principal tema discutido durante reunião entre o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, e representantes do segmento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). O encontro, que ocorreu na SSP (Centro Administrativo da Bahia), contou com a participação de Paulete Furacão, coordenadora do núcleo LGBT da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia (SJCDH).
O aumento do policiamento ostensivo no centro e orla de Salvador (locais utilizados como ponto de trabalho de travestis e transexuais), treinamento para policiais em situações envolvendo cidadãos do segmento LGBT, além da criação de uma ouvidoria especializada em crimes de homofobia foram algumas das propostas que o secretário Maurício Barbosa anunciou para serem implementadas em curto e médio prazos. A Superintendência de Prevenção a Violência (SPREV), criada pela SSP em 2011, será a unidade responsável por essas iniciativas.
“Estamos construindo uma nova polícia e é fundamental a participação de vocês para trilharmos este novo caminho”, conclamou Barbosa, acrescentando que o problema da discriminação pela opção sexual é cultural, mas destacou que é obrigação da sociedade reverter esse quadro. Outro ponto levantado na reunião, referente a uma possível mudança no Boletim de Ocorrência, com uma adaptação para crimes desta natureza, também será estudado pela SSP em conjunto com a Polícia Civil.
O secretário, no final da reunião, recebeu uma camisa do evento Semana da Visibilidade Lésbica, e já agendou para a próxima semana um segundo encontro para ouvir outras reinvidicações do segmento LGBT. “Passaremos por uma mudança de cultura pra melhor”, garantiu Barbosa.
Fonte: SSP/BA