Meia Noite Paris:comédia para intelectuais

Sem categoria
16 de junho de 2011
por Genilson Coutinho

Cansado de ser ‘apenas’ o roteirista talentoso e requisitado, Gil (Owen Wilson) viaja à Paris com a família de sua noiva Inez (Rachel McAdams) para escrever seu primeiro romance e para fazer compras de casamento para a casa que ainda nem tem. Em meio a diversas cenas-postais deslumbrantes da encantadora cidade-luz, Inez encontra seu pedante ex-namorado, interpretado por Michael Sheen que adora saber mais que todo mundo sobre todos os assuntos. Enquanto seu ex-namorado faz monólogos sobre a cultura em geral, Gil só quer terminar de escrever seu interminável livro, no qual ele se sente muito inseguro.

Certa noite, ao se perder pela cidade, ele entra num carro e começa a voltar ao tempo e encontrar seus ídolos e gênios dos anos 20. Scott, Zelda Fitzgerald, Gertrud Stein, Cole Porter, Hemingway, Pablo Picasso, Salvador Dalí e Buñuel são alguns dos personagens que ele conhece e começa a encontrá-los freqüentemente. Um desses personagens que conhece é XXX (Marion Cotillard), amante de Pablo Picasso, com quem Gil acaba se apaixonando. Os ‘gênios’ são caricaturamente retratados ao mesmo tempo em que o roteiro e os diálogos do filme vão se desenrolando de forma leve e cheio de referências que talvez, só o mais intelectual do espectador consiga entender todas citadas. Se você não é esse intelectual (eu não fui) você certamente dará risadas do início ao fim do humor simples e genial de Wood Allen.

Em Meia noite em Paris, a cidade não aparece apenas como espaço geográfico. Torna-se personagem a tal ponto que ela decide até o final do filme e o destino de seus personagens. Meia noite em Paris nos faz perceber o lado bom da nostalgia e a perceber que, apesar de estarmos sempre insatisfeitos com alguma coisa, o interessante é saber aproveitar a época em que vivemos.

O filme encanta, assim como a cidade. O filme é mágico, assim como a Paris.

Por

George Araújo – Colunista de Cinema

Publicitário, Blogueiro, twitteiro e cinéfilo de plantão. Trabalha na área de criação gráfica e com mídias sociais e é idealizador do BlogayrosCamp.