Marcelo Serrado não deseja que filha veja beijo gay na tevê

Sem categoria
8 de janeiro de 2012
por Genilson Coutinho

Depois de estrelas duas novelas na Record, Marcelo Serrado,  está desfrutando do sucesso do personagem Crô, o mordomo gay de Fina Estampa, em seu retorno a TV Globo. Em entrevista a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo deste domingo (8), o ator falou sobre seu personagem, a volta a emissora carioca e se disse contra o “beijo gay” na novela das 21h.

“Isso é algo que tem que ir quebrando aos poucos. Não quero que minha filha [Catarina, 7] esteja em casa vendo beijo gay às nove da noite [na TV]. Que passe às 23h30″, disse Marcelo Serrado, que é a favor da união estável entre pessoas do mesmo sexo. “Isso é fundamental. Estamos em 2011. Acho um absurdo quando vejo cenas de homofobia como aquela em que pai e filho foram espancados [no interior de São Paulo]. E se eu der um beijo no meu irmão? Vou ser agredido?”

Sobre seu retorno a TV Globo, Marcelo Serrado aponta apenas o “Ibope” como principal diferença entre as duas emissoras. “Foi importante ter ido para a Record. Porque, de uma certa maneira, vi aquela emissora crescer. É sempre bacana quando o Aguinaldo [Silva] fala que me pegou lá. Ele me viu fazendo dois vilões e por isso me chamou pra fazer um gay. Ou seja, tudo tem um porquê. É o budismo”, diz Marcelo Serrado, que é adepto da filosofia. Com informações do Ibahia