Manno Góes lançou single com Paulinho Moska e Fernando Anitelli em evento em Salvador na noite de ontem (13)

No Circuito
14 de outubro de 2016
por Helder Azevedo
manno-goes-lets-go-ulisses-dumas-argo-imagens-21-de-28

(Foto: Ulisses Dumas/ Divulgação)

A noite de ontem (13) foi movimentada no Cerimonial Rainha Leonor, Pupileira, em Nazaré. O cantor e compositor Manno Góes lançou a canção “De Vez”, composição feita em parceria com Paulinho Moska, que desembarcou em Salvador para cantar ao lado do artista na festa de comemoração de 8 anos da revista Lets’ Go Bahia. A música – com forte influência da MPB e do POP – faz parte do segundo CD solo do músico, que será lançado em 2017. Fernando Anitelli, cantor do Teatro Mágico, também foi recebido no palco por Manno no show de lançamento do single.

Atração principal da festa, que contou com 400 convidados na lista preparada pelo produtor cultural Ginno Larry, Manno Góes agitou o público com um animado repertório composto por canções inéditas e sucessos que marcaram a carreira, com novos arranjos. Um dos momentos mais marcantes da noite foi quando o artista, Moska e Anitelli cantaram “As curvas da estrada de Santos”, sucesso de Roberto Carlos, levando o público ao delírio.

“Eu e meu amigo e parceiro Manno Góes fizemos uma canção linda, chamada ‘De Vez’. Manno já chegou com a ideia bonita, marcando a celebração do encontro da gente com uma canção. Nos fez entender, de vez, que a história é por aí, que é se encontrando pessoalmente que as canções saem. Elas são reflexos desses encontros. Desejo sucesso para esse amigo e parceiro que tem uma bela trajetória e ainda vai muito longe”, declarou Moska.

manno-goes-lets-go-ulisses-dumas-argo-imagens-27-de-28

(Foto: Ulisses Dumas/ Divulgação)

Manno Góes também é destaque da edição comemorativa da publicação lançada ontem. A Revista Let’s Go conta a história de um dos maiores compositores baianos e uma das referências da Axé Music. Reconhecido nacionalmente, Góes já foi gravado por artistas como Netinho, Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Biquini Cavadão, Orlando Morais, Asa de Águia, entre outros. Alguns de seus sucessos embalaram a trilha sonora da série Malhação e de novelas da Rede Globo.

Na entrevista, Manno conta sua relação com a música e a composição, relembra o início da carreira de sucesso e as passagens pelas bandas Jheremias não Bate Corner, Jammil e Uma Noites. O músico também fala da sua participação no movimento musical Alavontê. Além da carreira, o artista destaca, ainda, sobre a saída da estrada, família e seus novos projetos: o segundo CD solo, que será mixado em Los Angeles e lançado nas plataformas digitais, e o segundo livro.

Em tempo: O músico – que também é colunista do jornal A Tarde e diretor da UBC (União Brasileira de Compositores) – está finalizando seu segundo livro, intitulado ” A Fraternidade”, com previsão de lançamento até o final do ano. Em novembro, ao lado de Geraldo Vianna, também diretor da UBC, viaja para o México e Equador para representar a instituição.