Manifesto pansexual recifense leva Kikitos de melhor filme, ator e trilha no festival de Gramado

Sem categoria
20 de agosto de 2013
por Genilson Coutinho

O filme pernambucano dirigido por Hilton Lacerda ‘Tatuagem’, que faz um manifesto à liberdade e liberação sexual, foi o grande vencedor na cerimônia de entrega de prêmios ontem no encerramento do festival de Gramado.

Além dos Kikitos de melhor filme, levou também o prêmio de melhor trilha para o DJ Dolores e ator para  se protagonista Irandhir Santos – que interpreta Clécio, o líder da trupe do cabaré libertária que desafia os costumes em plena ditadura militar no Recife, que tem um filho com uma amiga e desenvolve um tórrido romance com o soldado Fininha (Jesuíta Barbosa).
Tatuagem havia sido o filme a causar maior repercussão nesta edição no festival gaúcho, marcado por plateias pouco entusiasmadas.

 

Esse é o primeiro longa de ficção de Lacerda, que assinou o roteiro de clássicos vanguardistas cinema nacional como Amarelo Manga, Baixio das Bestas, Festa da Menina Morta e Febre do Rato.