Mãe espanca filho Gay portador do HIV e o deixa dormir no quintal

Genilson Coutinho,
20/02/2013 | 17h02

O grupo GLICH LGBT  de Feira de Santana postou na manhã desta quarta-feira, 20, o relato de um jovem portador de HIV que foi agredido e posto para fora de casa pela própria mãe. Um caso triste de Homofobia e Aidsfobia. O jovem relatou que sua mãe o agrediu com “Stick”, elástico usado em bicicleta com uma ponta de ferro. Sofrendo de tuberculose, a vítima também está se recuperando de fraturas no joelho e no pé.

O jovem também afirma que o beneficio que recebe do INSS foi confiscado pela mãe, que há 3 dias o deixa dormir ao relento, debaixo de uma mangueira, mesmo o filho apresentando quadro avançado de tuberculose. A mãe relata que o rapaz está possuído pelo diabo e supõe que trancado dentro de casa o livrará da maldição.

A vitima, que apresenta ferimentos pelo corpo devido às agressões sofridas, fez exame de corpo delito e prestou queixa na 2º delegacia, com audiência marcada para sexta-feira, dia 22/02. Na delegacia, o jovem foi atendido, ouvido e encaminhado esta manhã ao departamento jurídico do Balcão de Direitos Humanos do Glich para as providencias cabíveis.