Luto:Nicolly Francyne morre aos 47 anos de parada cardiorrespiratória

Comportamento, Social
13 de maio de 2014
por Genilson Coutinho

brasill

Dia de tristeza no meio LGBT do Distrito Federal. A drag queen e ativista LGBT Nicolly Francyne faleceu na ultima terça, 13, aos 47 anos. A morte ocorreu, de acordo com sua amiga Mona Carvoeira, por conta de parada cardiorrespiratória.

Há uma semana, Nicolly estava internada na UTI por conta de quadro grave de bronquite. Sua respiração era feita por meio de aparelhos. Na terça, a tentativa de diminuir a sedação resultou na morte da ativista.

Nicolly Francyne era uma das principais artistas LGBT do DF, organizadora de concursos de transformistas e de paradas do Orgulho LGBT, principalmente de Sobradinho, sua cidade. Em sua página no Facebook, as mensagens de pesar e de admiração são inúmeras.

Em entrevista ao ParouTudo, Mona Carvoeira, que morava com Nicolly e com qual tinha amizade há mais de uma década, falou sobre a amiga. “Ela amava a vida, amava as pessoas. Ela era feliz no meio de gente, se produzindo, em seu ateliê. Ela não gostava de hospital por que esse não é um lugar de vida. Muito triste perder essa pessoa tão especial.”

Na quarta, 14, a partir das 8h, será realizado velório na capela principal do cemitério de Sobradinho. O enterro está prevista para as 11h.

A Associação da Parada LGBTS de Brasília planeja homenagem a Nicolly na próxima edição da marcha, a ser realizada em setembro.

Do paroutudo