Lutador de judô conquista maior título de beleza gay do Vale do São Francisco

Notícias
15 de maio de 2018
por Genilson Coutinho


A noite do último sábado (12), no palco do Teatro João Gilberto, em Juazeiro, foi marcada pela emoção das candidatas que sonhavam com o título de Miss Victor-Victória, maior concurso de beleza gay do Vale do São Francisco, que este ano celebrou 20 anos de história, glamour e resistência, sob o comando do professor Geraldo Pontes, que luta todos os anos por um apoio para manter vivo esse sonho.


Na abertura, o público foi brindado com uma linda história apresentada em vídeo, com personalidades e antigos vencedores, que recordaram grandes momentos vividos no concurso. Mas o concurso foi também de homenagens às estrelas Rogéria e Elke Marvilha, que brilharam no palco do Victor – Vitória, e foram lembradas por Geraldo Pontes, idealizador do concurso, que trouxe para o palco um número musical em homenagem à diva Rogéria. E a noite foi de muito glamour, com a entrada das candidatadas e com seus trajes típicos e muita simpatia. Mas, embora todas as candidatas tenham brilhado, a noite era de Luna, nome da personagem do lutador Rafael Alencar, de 20, morador de Petrolina, que chegou com tudo, conquistando o título de mais bela transformista do vale do São Francisco .
Sobre a emoção da conquista do título, Luna revelou que ficou muito feliz com o resultado e que irá honrar a faixa:


“Ainda estou sem ar com essa vitória, pois não imaginaria que seria a grande vencedora, mas estou super feliz e realizada com o resultado do trabalho. Agora é viver esse sonho e honrar essa faixa, de um dos concursos mais importantes da cena gay”, conta Luna.
Questionada como foi a reação das pessaos em saber que um lutador de judô iria participar de um concurso de beleza gay, ela dispara:


“Não fiquei preocupado com isso, pois o importante é meu desejo, isso é o mais importante, tenho meus amigos comigo. E quem foi que inventou que um lutador de judô não pode ser gay e miss? Podemos, e estamos em todos os lugares, isso já é o suficiente para seguirmos na luta contra toda forma de preconceito”, declarou Luna ao Dois Terços.
Além da beleza das candidatas, o público foi brindado com shows de Jane Di Castro, Wil Lima, Rafa West e de Mitta Lux. Falando em Mitta, ela levou o público à loucura, com um grande espetáculo, feito exclusivamente para o Victor-Victória.