Luiz Mott fala sobre a origem do termo veado

Sem categoria
18 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

Para o antropólogo Dr. Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia, são várias as possíveis origens da expressão “viado” ou “veado” para designar os homossexuais. Apenas no Brasil se associa o cervídeo veado ao gay, tendo o mesmo animal a imagem de nobre e garanhão -sendo utilizado em brasões e bandeiras em outros países. O uso da palavra para se referir a gays remota ao início do século 20. E era usado apenas para designar o pederasta passivo.

 Algumas hipóteses para o termo:

1 – Os gays fugindo da polícia no RJ, no início do século 20, tinham de correr como veados.

2 – Uma marca de cigarro, na década de 20, estampou a figura de um veado tão exuberante e bicha que por analogia passou-se a usar este termo para identificar as mais “pintosas”.

3 – Derivação de transviado, desvia do.

4 – Animal que passa a maior parte do ano em comunidades com apenas indivíduos machos, procurando as fêmeas apenas na estação do cio, e que os machos transam entre si na maior parte do ano.

5 – Por influência do Bambi, da Walt Disney.

6 – Por ser um animal fino, elegante, que anda saltitante como alguns pederastas.

7 – Algumas espécies de veados têm pelo branco nas bordas do ânus, chamando a atenção para esta parte do corpo sempre à vista.

8 – Por associação erudita ao latinismo VENATUS, que significa caça-morta.

Fonte: Revista Lado A