Luiz Mott convidou classe teatral a saírem do armário durante cerimônia do Prêmio Braskem

Sem categoria
5 de abril de 2012
por Genilson Coutinho

A festa aos melhores do teatro baiano de 2011 movimentou o Teatro Castro Alves na noite da última quarta feira 4, durante a entrega da 19ª Prêmio Braskem de Teatro. A cerimônia foi marcada por grandes emoções homenagens e muita interatividade através dos vídeos produzidos por 30 jovens que participaram das oficinas promovidas pelo Prêmio Braskem com objetivo de inserir a festa em uma atitude de cunho social.

O ator Gideon Rosa e o cantor e compositor Carlinhos Brown foram os grandes homenageados da noite. Gideon recebeu com bastante emoção o prêmio especial pela sua carreira. Bastante a vontade e sorridente, Carlinhos cantou para multidão e simulou uma pose parecida com a estatueta do troféu em sinal de agradecimento pela homenagem.

Um dos grandes momentos da noite aconteceu na entrega do prêmio de melhor espetáculo adulto de 2011 anunciado por Luiz Mott, que aproveitou o convite da organização para pedir a saída dos gays do teatro do armário  como um instrumento de luta e quebra de preconceito dentro  da academia, durante  seu discurso Mott falou da  importância de se combater o preconceito contra os gays no nosso Estado, e trouxe como referencia  o caso do ator Moacir Moreno, que foi assassinado em 1994, vítima de homofobia .

Antes de revela o espetáculo Sargento Getúlio como grande vencedor da noite Luiz Mott, desabafou para uma plateia interativa “Infelizmente vários atores morreram sem poder dizer que eram gays! Vocês que estão no teatro, saiam do armário!”, solicitou  Mott

Veja aqui os  vencedores

ESPETÁCULO ADULTO: Sargento Getúlio

 

ESPETÁCULO INFANTO-JUVENIL: As Rimas de Catarina

 

DIREÇÃO: Luiz Marfuz – Pela direção do espetáculo “Meu nome é Mentira”

 

ATRIZ: Maria de Souza – Pela interpretação no espetáculo “Fim de Partida”

 

ATOR: Carlos Betão – Pela interpretação no espetáculo “Sargento Getúlio”

 

TEXTO: Namíbia, não! – Autoria de Aldri Anunciação

 

REVELAÇÃO: Grupo “Teatro Base” – Pelo espetáculo “Arbítrio”

 

CATEGORIA ESPECIAL: Pedro Dultra – Pela iluminação do espetáculo “Protocolo Lunar”