Luiz Caldas revelou detalhes dos seus ensaios durante café da manhã com a imprensa

Sem categoria
21 de janeiro de 2013
por Genilson Coutinho

Aos 50 anos, Luiz Caldas mostrou estar não apenas em excelente forma física, graças, segundo ele, ao devotado iogue que é, mas também feliz com a pessoa que se tornou aos 50 anos de vida, completados no último dia 19. Em encontro com a imprensa, no Café da Manhã que lançou nesta manhã de segunda-feira (21) o seu projeto “Verão Luiz Caldas”, em loja da TIM no Shopping Barra, ele disse que não faria nada diferente, entre todos os erros e acertos que cometeu nesses anos. “Talvez se eu tirasse uma vírgula não me tornaria a pessoa que hoje eu sou. Eu faria tudo igual novamente”.

Entre os acertos, apontou, estão os grandes amigos que fez, além de todo respeito que conquistou como multi-instrumentista, cantor e compositor que é, carregando o badalado título de pai da axé music. Como criador desse movimento, ele comentou que seus convidados no projeto Verão Luiz Caldas, que acontece no Clube Fantoches nesta quinta-feira, dia 24, e dia 5 de fevereiro, provam quão democrática é a axé music, cada um com sua maneira de fazer.

“A Axé Music é nada mais do que um processador de sucos,  e vamos colocar as frutas como ritmos. Então você pode misturar várias frutas e fazer o seu suco. Brown tem a sua forma de fazer, Armando tem a dele, e tem algumas pessoas que erram a mão e o suco fica intragável”, comentou.

Os seus ensaios, porém, prometem mostrar quanto saborosa e efervescente pode resultar a mistura entre o som feito, por exemplo, por Armandinho e Carlinhos Brown, seus convidados desta quinta-feira, dia 24. Com o mestre da guitarra baiana, Armandinho, Luiz irá fazer uma “guitarrada especial”, para celebrar o tema da folia momesca deste ano.Juntos, eles irão mostrar para o público toda a sonoridade desse instrumento musical que dá o tom dos trios elétricos durante o Carnaval. E para celebrar esse poder catalizador da música que ajudou a criar, ele anunciou que vai sim dividir o palco com os dois ao mesmo tempo. “Vai ser uma noite de Carnaval, e por que não? O palco do Fantoches por si só tem esse apelo”

 

Ele promete um show à altura da expectativa do seu público, desde a estética visual da festa até o repertório, com canções de sucesso e outras novas, das tantas que vem criando numa velocidade impressionante, possível apenas para quem ama e entende do que faz. Adianta que vai dar o seu melhor neste projeto que leva o seu nome, para que se expanda e estenda pelos próximos verões.

“Dia 5 temos Márcia Castro, Baiana System e Moraes Moreira, ídolo e mestre. Há quem ache, infelizmente, que quando o assunto é Carnaval, só o oba oba deve prevalecer. Isso acaba levando os jovens compositores a escreverem muitas bobagens, coisas que não enriquecem o nosso Carnaval. E Moraes é um exemplo de que, em música, se pode pegar uma caneta e fazer uma poesia, e ela vai fazer as pessoas dançarem e pularem sem precisar baixar o nível”.

Ao lado dos convidados do dia 5 de fevereiro, ele promete boas surpresas. “Nada está sendo feito de qualquer jeito, eé muito legal ver Moraes que já tem muito tempo de carreira se unir a Baiana System que, de uma certa forma, esta iniciando a sua trajetória. É muito bom ser o elo dessa corrente, desses dois lados”.

|Serviço|

Projeto Verão Luiz Caldas

Quando:

24 de janeiro e 5 de fevereiro, às 21h

Onde:

Clube Fantoches da Euterpe (Bairro 2 de Julho)

Quanto:

R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada) [100 primeiros passaportes para os dois shows]

R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) [para cada noite de festa]

Local de venda: Ticketmix