Live sobre turismo étnico afro acontece nesta segunda (18)

Arte e Exposições, No Circuito
18 de maio de 2020
por Genilson Coutinho

Nesta segunda, 18/05, às 17h, Renata Alencar (coordenadora do Museu Udo Knoff) convida Edson Costa (coordenador do EMUNDE, Rede Mundial de Étnico Empreendedorismo) para falar sobre “Turismo Étnico Afro – Preservando a Cultura, Arte e Memória” em mais uma live no Instagram @museusdabahia. A atividade faz parte da Semana de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac). 

Com o tema “Diversidade e inclusão: cultura baiana nos museus do IPAC”, a Semana de Museus do IPAC acontece de 18 a 24 de maio, excepcionalmente nas redes sociais do Museu de Arte da Bahia (MAB), Palacete das Artes, Centro Cultural Solar Ferrão, Museu Tempostal, Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, Parque Histórico Castro Alves (Cabaceiras do Paraguaçu/BA) e Museu do Recolhimento dos Humildes (Santo Amaro/BA). Confira programação completa no link : https://bit.ly/2y756FJ

“A diversidade das heranças africanas fazem da Bahia um território africano, com uma pluralidade cultural extraordinária, que tem no Centro Histórico de Salvador, um espaço aberto, onde estas culturas se manifestam no dia a dia, trazendo uma específica forma de ser que encanta a todos. Pretendemos dar maior visibilidade para as heranças africanas, como um bem cultural, artístico e social; e também promover as economias através das culturas, empreendedorismo de negros e negras”, informa Edson Costa, da EMUNDE.

O Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica (Pelourinho) dispõe de dois ambientes ocupados por materiais referentes à arte da cerâmica e do azulejo. A área inferior expõe as peças criadas pelo ceramista Udo Knoff – idealizador do museu -, além de proporcionar uma visão cronológica da existência do azulejo disposta do século XV ao XX, incluindo sua chegada ao Brasil, no século XVII. O segundo andar é ocupado por exposições temporárias. O museu integra os espaços administrados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.