LGBTfobia: Marta se reúne com Superintendência de Prevenção à Violência sobre ataques ao bar Caras e Bocas

Notícias
29 de maio de 2018
por Genilson Coutinho
A líder da oposição na Câmara de Salvador, vereadora Marta Rodrigues (PT), se reuniu, nesta terça-feira (29), com a superintendente de Prevenção à Violência da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Janete Campello, e o investigador do Departamento da Polícia Metropolitana (Depom), José White, para pedir mais atenção e celeridade nas investigações sobre os ataques sofridos pelo bar LGBT Caras e Bocas, localizado na Avenida Carlos Gomes.  As proprietárias do estabelecimento, Alessandra Leite e Rosy, estiveram presentes no encontro.
Pela sexta vez, o estabelecimento foi atingido por pedras e tijolos no telhado,  em nítidos atos de LGBTfobia.  De acordo com a vereadora, a superintendente e o delegado firmaram o compromisso de investigar e descobrir os responsáveis pelos atos criminosos. “Foi uma reunião positiva e tivemos o compromisso de combater esse  absurdo. A nossa luta contra a LGBTfobia é diária e não podemos permanecer calados diante de casos como estes. A superintendente e o delegado firmaram o compromisso conosco de descobrir quem são os responsáveis pelos atos criminosos”, declara a petista.
Segundo  Alessandra Leite e Rosy, os momentos do ataque foram  de horror e pânico, com clientes correndo e temendo serem atingidos.  “Por causa desses ataques, tivemos diversos prejuízos, sem falar no pânico que isto nos trouxe. Por sorte, não houve ninguém atingido na cabeça, um ataque desce poderia matar uma pessoa. Trocamos o telhado por um material mais forte, para evitar danos, mas não podemos deixar esses crimes passarem impunes”, destaca Alessandra.