Lésbicas se beijam em restaurante e são repreendidas por garçonete: “aqui é lugar de família”

Comportamento, Social
4 de dezembro de 2014
por Genilson Coutinho

mukheres

Duas mulheres passaram por uma situação constrangedora por conta da homofobia de uma garçonete do restaurante Canteen, em Londres. Lydia Cawson, 29 anos, e a parceira, Rubyyy Jones, estavam jantando e trocaram um selinho, quando foram abordadas pelo funcionária do estabelecimento, que solicitou que as duas se separassem e parassem com “aquilo”, pois o “local era de família”.

De acordo com informações do Daily Mail, Cawson disse que sentou ao lado da namorada para discutir sobre uma mudança de casa que as duas estavam fazendo, quando deu um beijo na bochecha da companheira, que retribuiu o carinho com um selinho. Neste momento, a garçonete do Canteen se dirigiu à mesa e pediu que as duas parassem com o comportamento.

“Quando ela me disse que aquele lugar era de família, fiquei me questionando por que estaria falando aquilo para nós. Seria pela presença de crianças? Olhei em volta e não tinha nenhum menor. Além disso, ninguém parece ter reagido negativamente ao nosso gesto de carinho, mas, ainda assim, ouvimos isso”, contou.

Bastante chateado com a situação, o fundador do Canteen, Dominic Lake, enviou um pedido oficial de desculpas às duas e garantiu que o restaurante “é aberto a todas as pessoas, sem restrições de cor, raça, sexualidade”. Ele garantiu ainda que investigará o acontecido. “Estamos horrorizados com o que aconteceu e pelo pensamento que isso gerou, de que somos anti-gay. A metade de nossos clientes é gay, na verdade”, disse.