Leandro Hassum vai falir o Brasil em ‘Até que a Sorte nos Separe 3’, que chega aos cinemas no dia 24

Cinema, No Circuito
20 de dezembro de 2015
por Genilson Coutinho

Em “Até que a Sorte nos Separe 3”, que chega aos cinemas do país no dia 24 de dezembro, Tino (Leandro Hassum) mais uma vez comete uma série de trapalhadas. Só que dessa vez ele não leva só a sua família à falência, mas provoca um desastre econômico de proporções nacionais. Com direção de Roberto Santucci e Marcelo Antunez, o filme utiliza muito humor e elementos de sátira política para falar de temas atuais, como a própria crise econômica.

O longa começa com Tino e sua mulher, Jane (Camila Morgado), pobres e falidos, até que a sorte os atinge em cheio e eles veem mais uma vez suas vidas mudarem. Tino promete a si mesmo, olhando no espelho, que “não vai fazer cagada”, mas suas promessas não são para serem cumpridas. As consequências de seus atos são desastrosas e, na tentativa de arrumar o estrago, envolve-se até com a política brasileira, e nem a presidenta é poupada.

O elenco traz ainda Emanuelle Araújo, Bruno Gissoni, Julia Dalavia, Leonardo Franco, Kiko Mascarenhas, Aiton Graça, Silvia Pfeifer, Bemvindo Cequeira, Paulo Silvino e Mila Ribeiro. “Até que a Sorte nos Separe 3” é uma produção da Gullane em coprodução com Paris Produções, Miravista e Globo Filmes, e a distribuição está a cargo da Paris Filmes em parceria com a Downtown Filmes e a Rio Filme.

Sinopse – Até que a Sorte nos Separe 3

Depois de perder a herança da família em Las Vegas, Tino se vira como pode para ganhar um trocado. Sua sorte muda quando ele é atropelado pelo filho do homem mais rico do Brasil e descobre que sua filha Teté e o rapaz se apaixonaram. Tino ganha um emprego na corretora do milionário, mas consegue quebrar a empresa e provocar a desvalorização de ações brasileiras na Bolsa, levando a economia do país ao colapso. Agora, ele precisa administrar uma crise nacional, além de realizar um casamento digno para a filha.