Lady Gaga reforça bissexualidade em entrevista

Sem categoria
16 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

Depois de já ter se assumido bissexual em outras ocasiões, Lady Gaga surpreendeu ao usar palavrões para reforçar suas preferências sexuais durante uma entrevista concedida no último dia 11 de setembro para o programa de TV dos EUA Watch What Happens Live. Durante a entrevista, a cantora lançou: “Eu sei que as pessoas pensam que apenas digo coisas para chocar, mas eu gosto mesmo de b**eta”. Confira abaixo outras falas de Gaga sobre temas polêmicos:

“Bem, eu tenho tido alguns mergulhos na lagoa das moças. Eu gosto de garotas. Eu sei que as pessoas pensam que apenas digo coisas para chocar, mas eu gosto mesmo de b**eta. Depende apenas de quem a b**eta que é. Para mim, é semelhante ao que eu sinto por rapazes. É mais uma coisa de energia. Eu costumava ir a clubes lésbicos o tempo todo. Eu gosto delas porque acho que as lésbicas são mais ousadas do que os homens heterossexuais, quando se trata de chegar em você. E eu realmente gosto disso.”

“Eu só acho que todo mundo precisa abrir suas mentes e deixá-la (Miley Cyrus) em paz. É música pop. Todo mundo tem direito à sua própria expressão artística, e se você tiver um problema com ela, basta mudar de canal. Eu não entendo essa necessidade insaciável que as pessoas têm de ficar odiando as coisas. Ela tem 20 anos. Ela está crescendo na frente de todo o mundo. Talvez ela não está tão feliz com as coisas que fez em sua carreira quando era mais jovem e quer ser livre. Então, deixem ela fazer o que ela quer!”

“Eu sou uma grande fã de Christina Aguilera. Desde o início de minha carreira havia toda essa polêmica sobre nós duas, e eu sempre senti que isso era muito injusto com ela. Tudo o que sei foi que as pessoas estavam falando sobre Christina Aguilera e Lady Gaga na mesma frase e eu era ninguém. Eu só acho que é muito injusto alguém colocar uma mulher contra outra mulher, especialmente no cenário musical, quando todas nós estamos apenas tentando ser levadas a sério. Christina é uma artista incrível. Eu sinto muito por tudo o que alguém já disse a ela por causa da minha existência. Quando eu tinha 15 anos, eu estava cantando “I Turn to You” com toda a força dos pulmões, tentando acertar todas as suas notas. Então, ela foi uma inspiração para eu ter um alcance vocal maior, e eu acho que é tudo um disparate total, o caminho que eles fazem isso.”