Luiz Mott fará palestra gratuita sobre o Tribunal da Inquisição na Bahia nesta terça-feira (12), em Salvador

Comportamento, Social
11 de abril de 2016
por Genilson Coutinho

No próximo dia 12 de abril, às 17h,  o professor doutor Luiz Mott (UFBA) realiza palestra com o tema Episódios dramáticos da Inquisição na Bahia. O encontro acontece no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB), uma das 15 instituições apoiadas pelo programa de Ações Continuadas, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado, através do Fundo de Cultura. A entrada gratuita é e a inscrição pode ser feita pelo site www.ighb.org.br

Sobre o tema – Antes mesmo da fundação de Salvador, já em 1546, o Tribunal da Inquisição Portuguesa investigou moradores da Bahia acusados de crimes contra a religião católica. Foram realizadas duas visitações à Bahia, 1591 e 1618, perfazendo um total de 365 denunciados. Dos 1.076 colonos do Brasil enviados para os cárceres do Santo Ofício de Lisboa, 23% eram moradores na Bahia, predominando os crimes de judaísmo, bigamia, blasfêmia, sodomia, feitiçaria. Ilustres personagens baianos foram perseguidos pela Inquisição, como o Padre Antonio Vieira, Gregório de Matos e dois governadores. Dos 20 moradores do Brasil queimados na fogueira, sete viviam na Bahia, incluindo dois sacerdotes. A Inquisição só foi extinta às vésperas da Independência (1821). O antropólogo Luiz Mott destacará os momentos e episódios mais dramáticos da presença desse tribunal na Bahia de todos os Santos que prendeu, sequestrou bens, açoitou, degredou e queimou desviantes religiosos e sexuais.

Serviço:

Palestra “Episódios dramáticos da Inquisição na Bahia”, com Luiz Mott

Quando: 12 de abril, às 17h

Onde: IGHB – Avenida Joana Angélica, 43

Entrada Gratuita

Informações e inscrições: www.ighb.org.br

71 3329 4463 / ighbahia@gmail.com