Ju Moraes e Santo7 levam samba e baião eletrônico no Pelô

Música, No Circuito
29 de novembro de 2016
por Genilson Coutinho

O samba da cantora Ju Moraes e o “baião psicodélico” da banda Santo 7, que mescla música eletrônica com ritmos nordestinos, estão entre as atrações do “Pagador de Promessa” na terça-feira, 29 de novembro. O cantor e compositor Gerônimo, anfitrião do Projeto, recebe os convidados com sua banda Mont Serrat. O evento ocorre no Largo Pedro Arcanjo, Pelourinho, às 20h30. Os ingressos custam R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia entrada). Mais informações pelo telefone (71) 9937-2724 / 3332-3333 ou pelo facebook Gerônimo Santana.

Verdadeiro festival cultural que mistura os mais diversos estilos musicais, o projeto é realizado pela Polo Ícone Produções, das empresárias Márcia Franco e Tássia Catarina Guimarães. O Pagador de Promessa foi idealizado por Gerônimo e ocorre há 12 anos ininterruptos, tendo se tornado atração permanente da agenda cultural de Salvador, acontecendo de verão a verão.

A convidada Ju Moraes, cantora baiana de potência vocal inconfundível, levanta por onde passa a bandeira do Samba. Ju conquistou o Brasil durante a participação de um reality show de talentos musicais, exibido pela Rede Globo. Suas paixões estão inclinadas para o samba e a MPB.

Considerada por muitos como a grande novidade da música brasileira, ela recebeu elogios de muitos artistas, além do produtor musical Torcuato Mariano. “O mais interessante pra mim, da Ju, é que ela canta com expressão, ela canta com o corpo inteiro dela, não é apenas a voz, é o todo”, afirma.

Também convidada da noite, a banda Santo 7 vai embalar o público do Projeto com seu trabalho inusitado, que funde o viés eletrônico com ritmos característicos do Nordeste, vai ter baião, xote e xaxado. O grupo é formado por Álvaro Lobo (Voz), Robson de Almeida (percussionista) e Beto Espínola (Guitarra), além do DJ Santz.

O repertório da banda é formado por hits e por músicas autorais, incluindo, ‘Casa’ – uma das 14 finalistas do XII Festival de Música da Educadora FM (2014) feita em parceria com Aldemir Cameron – e ‘Baião de Itapuã’, que integrou a Primeira Coletânea Mapa Musical da Bahia, projeto realizado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB.

Como sempre, no palco de Gerônimo se encontram os mais diversos ritmos gerando uma grande mostra do caldo cultural que caracteriza bem Bahia. É uma mostra semanal que leva ao palco os mais diversos ritmos, artistas consagrados e novos talentos, gerando uma grande mostra do caldo cultural que caracteriza Bahia. “Meu canto é de paz e de agradecimento. Sou pagador de promessa”, afirma Gerônimo. O artista cumpre a “promessa” de levar música de qualidade para turistas e nativos de Salvador.