Jovens são expulsas e agredidas após beijo em culto de Feliciano

Sem categoria
16 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

O deputado federal e pastor Marco Feliciano se envolveu em mais um polêmico episódio neste domingo (15), durante o evento Glorifica Litoral em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. Duas jovens lésbicas que participavam do evento gospel foram expulsas do após se beijarem durante a pregação do deputado. Em resposta, Feliciano afirmou que elas ‘não têm respeito ao pai, à mãe e à mulher’.

“Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas. Não adianta fugir, a guarda civil está indo até aí. Isso aqui não é a casa da mãe Joana, é a casa de Deus”, disse Feliciano para os fiéis presentes. Após terem sido removidas à força e algemadas por pelo menos seis guardas-civis municipais, as jovens foram encaminhadas para a delegacia. No caminho, elas afirmam que foram agredidas pelos guardas.

De acordo com a estudante Yunka Mihura, de 20 anos, também havia casais heterossexuais se beijando no local sem problema algum. Em contramão, Marco Feliciano disse que a atitude das jovens é um desrespeito ao culto religioso, ministrado por ele. O advogado das jovens, Daniel Galani, disse que vai abrir uma ação para apurar os responsáveis pela agressão.

Do Metro 1