Jovem relata agressão motivada por homofobia no Largo da Dinha no Rio Vermelho

Sem categoria
3 de março de 2014
por Genilson Coutinho

Na madrugada do último domingo (2) o jovem Théo Vasconcellos foi espancado por um grupo de homens no Largo da Dinha, Rio Vermelho, após sua saída de uma boate no bairro onde sofreu várias escoriações no corpo e teve seu celular destruído pelos elementos.

A vítima suspeita que foi um caso de homofobia, pois não foi levado seus pertences conforme ele relata no seu desabafo. Ainda segundo Vasconcelos, o fato que mais o deixou triste foi a reação das outras pessoas ao redor, que ficaram paradas e fizeram de conta que não estava acontecendo nada.

Após a agressão ele foi atendido em um posto de saúde e prestou queixa do fato.

Na sua página ele relata a violência sofrida:

“Estou chocado com o q fizeram comigo hoje pela manhã, pra ser mais preciso às 4 da manhã. Fui vítima de Homofobia quando saia de uma boate no Rio Vermelho, tenho certeza que assalto não foi, porque meu celular foi destruído por dois indivíduos altos e fortes. Momentos de terror que nunca pensaria ocorrer comigo, sendo chutado, pisoteado, esmurrado e arrastado no meio da pista de uma rua super movimentada, ali na Paciência, próximo a Dinha. E o pior de tudo é a reação das pessoas, de simplesmente fazer de conta que nada estava acontecendo. Mas então, já fui ao médico, já prestei queixa, ESTOU VIVO!!! Só muitas dores, afinal olha como eu fiquei!”

Foto: Reprodução Facebook.