Jovem LGBT tenta suicídio após sofrer ataque homofóbico

Comportamento, Social
7 de agosto de 2015
por Genilson Coutinho

jovem

Um Jovem  de 16 anos tentou tirar a própria vida após ser coberto de tinta vermelha por agressores.

Selby Ndlovu, que mora numa aldeia chamada Mangweni, no leste da África do Sul,  tomou um coquetel de pílulas para dormir.

Selby  deixou um bilhete de suicídio de muito breve: “Ser gay não define o verdadeiro eu e não me faz menos homem”.

O jovem foi encontrado por sua irmã mais nova, que salvou sua vida. “Apesar de toda a minha família me aceitar, eu ainda tenho que viver minha vida com base na aprovação da minha comunidade”, disse Ndlovu a um site de notícias de saúde sul-africano.

“Tudo começou com o riso inocente e eu mesmo costumava rir com eles, mas ao longo dos anos tornou-se desconfortável e abusivo. Eu fui chamado por nomes que eu não diria em voz alta nem para mim mesmo. No mês passado, tornou-se demais suportar quando derramaram tinta por todo o meu corpo”, contou.