Notícias

Jacó dedica Moção de Aplausos aos 27 anos do Miss Gay Bahia

Genilson Coutinho,
10/11/2021 | 18h11
Foto: Genilson Coutinho

O Concurso Miss Brasil Gay Versão Bahia, organizado e apresentado há 27 anos pelo ator transformista Bagageryer Spilberg (Baga), foi objeto de uma Moção de Aplausos apresentada pelo deputado estadual Jacó (PT) na Assembleia Legislativa da Bahia.

O petista justifica a Moção pelo fato de ser o concurso, em sua versão baiana, o segundo mais longevo do país e, em nível nacional, um dos mais respeitados, atraindo jovens de todos os estados em busca do sonhado título de beleza, tendo sido interrompido apenas nos dois últimos anos, em função da pandemia.

“O concurso tem uma importante contribuição histórica, cultural e social para a comunidade LGBTQIA+ da Bahia e do Brasil por estar entre as movimentações culturais da segunda metade do século XX que lutaram contra a estigmatização da comunidade”, ressalta Jacó.

A história do concurso e de seu apresentador, hoje com 55 anos, também se confundem, segundo o autor da Moção. Nascido no Rio Vermelho, o ator transformista André dá vida a Bagageryer Spilberg há mais de três décadas. O nome artístico nasceu quando ele passeava pelo antigo Shopping Iguatemi, no ano de sua inauguração, em 1985, em referência a uma loja que vendia peças de roupa masculina e feminina chamada Bagagerie.

“Desde então, passou a dublar canções da cantora Alcione, Shirley Bassey e Maria Bethânia, sua maior referência. Hoje, aos 55 anos, André acumula experiência de apresentações em teatros e como mestre de cerimônias. Todos os sábados se apresenta no clube masculino Planetário 11, no Tororó, faz eventos fechados, aniversários, despedidas de solteiro e shows para senhoras da melhor idade”, conclui.