Itaú Unibanco anuncia os vencedores do edital LGBT+ Orgulho

Comportamento, Social
29 de novembro de 2018
por Genilson Coutinho

O Itaú Unibanco e a Mais Diversidade anunciam nesta sexta-feira (29) os quatro vencedores do edital LGBT+ Orgulho, iniciativa criada pelas duas organizações para incentivar ações que promovam e valorizem a causa LGBT+ no Brasil. Foram mais de 300 inscrições recebidas pelo site Prosas. O anúncio será feito durante o “Fórum Out & Equal Brasil 2018, realizado em São Paulo (SP).

 Os ganhadores são projetos selecionados a partir de uma lista de 10 finalistas, de diferentes regiões do País: Nordeste, Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

 Diante da alta qualidade dos projetos apresentados, o Itaú Unibanco destinou uma verba extra de R$ 160 mil, além dos R$ 200 mil previstos inicialmente no edital. Assim, além dos quatro projetos que receberão R$ 50 mil, outros quatro receberão R$ 40 mil. Todos os 10 finalistas contarão com mentoria da Mais Diversidade, assim como apoio de divulgação de suas ações.  Além disso, os projetos de pessoas físicas contarão com apoio do Itaú Unibanco na formalização de suas ideias.

Projeto LGBTQ de Salvador é vencedor do edital LGBT+ Orgulho do Itaú Unibanco ; conheça

 “A qualidade dos mais de 300 projetos inscritos foi alta, o que tornou nossa decisão bastante difícil. Estamos muito felizes com o resultado e em poder colaborar com a promoção da diversidade”, comenta Claudia Politanski, Vice-Presidente Executiva do Jurídico, Pessoas, Marketing e Institucional do Itaú Unibanco. “Queremos contribuir para uma sociedade mais justa e inclusiva”, complementa a executiva.

 Conheça abaixo os quatro selecionados para receber o apoio de R$ 50 mil:

  • Biblioteca Comunitária Cassandra Rios: ateliê de leitura e escrita LGBT+, de Brasília. É um espaço de cultura com foco na literatura e trajetória de escritores LGBT.
  • Casa das Negas, de Fortaleza. É um espaço de cultura e formação de mulheres negras LGBT+ na periferia da capital cearense.
  • Diversidade no Empreendedorismo de Jovens Rurais, no Ceará. O projeto estimula ações de empreendedorismo entre jovens LGBT+ de cinco municípios do sertão cearense.
  • Mulheres Negras LGBTs das Águas e das Florestas: Resistência, Empoderamento e Empreendedorismo Comunitário na Região da Transamazônica e Xingu. O projeto fomenta o empreendedorismo de mulheres negras LGBT+ que vivem nas regiões da Transamazônica e Xingu.

 Conheça abaixo os quatro selecionados para receber o apoio de R$ 40 mil:

  • Direitos e Saúde para a População LGBT de Roraima. Iniciativa que prevê o acolhimento da população venezuelana LGBT+ refugiada que chega a Boa Vista diariamente.
  • DIVERSILIBRAS – Comunidade Surda e Pessoas LGBTs com Deficiência. De Salvador, o projeto envolve a produção de conteúdo para a comunidade LGBT com deficiência.
  • Festival de Cultura, Cidadania e Direitos Humanos LGBT de Favelas. Localizado no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, é um festival de cultura de diversidade realizado em uma das maiores comunidades do País.
  • CAPACITRANS, da Zona Oeste carioca, trata-se de um projeto que estimula formação profissional para a população LGBT+ em situação de vulnerabilidade, com foco em pessoas trans.

 Os outros dois finalistas que receberão mentoria do Itaú e/ou apoio da Mais Diversidade são:

  • MoocLGBTI+ – Pessoas Talentosas fazem a Diferença, de Curitiba.
  • ROLEGBT na Quebrada.

 Os projetos selecionados foram avaliados por especialistas do Itaú, consultoria Mais Diversidade e representantes da comunidade LGBT+. Foram considerados aspectos como representatividade regional e atuação em conjunto com outros pilares da diversidade, como raça e etnia, gênero, pessoas com deficiência, idade, gerações e refugiados, assim como os de caráter cultural, educacional, esportivo ou social.

 “A quantidade imensa de inscrições demonstra o potencial de realização da comunidade LGBT+ no Brasil, comenta Ricardo Sales, fundador da consultoria Mais Diversidade e doutorando na USP.

 Sobre o Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco, com mais de 90 anos de história, é o maior banco privado da América Latina. Presente em 19 países nas Américas, Europa e Ásia, conta com mais de 90 mil colaboradores. Com uma rede de atendimento ampliada, composta por 4.388 agências e postos de atendimento e 46 mil caixas eletrônicos em todo o território nacional, atende clientes pessoa física e pessoa jurídica em todos os segmentos.

 O banco participa de diversas iniciativas e compromissos públicos com o objetivo de promover a diversidade. Entre essas ações estão a participação na “Coalizão Empresarial para Equidade Racial e de Gênero”; “Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial”, e do “Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça.” Em 2017 o Itaú obteve o “Selo Paulista de Diversidade”, concedido pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo em reconhecimento a boas práticas a favor da competitividade e da cidadania, que envolvam questões étnicas, raciais, de gênero, idade e orientação sexual, e as relativas às pessoas com deficiências, além de difundir a cultura, valorização e igualdade. Em 2018, a instituição assinou a carta de adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT e à sua agenda de trabalho, expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos LGBT.