Itália elege primeiro prefeito trans da história do país

Notícias
29 de maio de 2019
por Genilson Coutinho

O advogado Giannmarco Negri, 40 anos, acaba de fazer história na Itália. Ele foi eleito na última  segunda-feira (27) prefeito do pequeno município de Tromello, na província de Pavia, tornando-se o primeiro homem trans eleito para o cargo no país e estima-se que no mundo.

A cidade conta com 3.700 habitantes, cuja maioria votante deu um voto de confiança em Gianmarco, rejeitando o candidato de extrema-direita. Vale dizer que todos sabiam sobre a transgeneridade de Negri.

O Centro Gay lançou a campanha #VOTOTRANS, que visa respeitar a identidade de pessoas trans que são eleitoras. Em muitos casos, mulheres trans são obrigadas a votar em filas de homens e homens trans são obrigados a votar em filas de mulheres, o que fazem renunciar o direito ao voto

No Brasil, a representatividade de homens trans enquanto candidatos políticos é pequena. Nas últimas eleições, dados da Antra (Associação Nacional de Travestis e Tranexuais) mostram que apenas um homem trans se candidatou a deputado estadual pelo PT-RJ, Cristian Lins, que recebeu 689 votos e não se elegeu. Nas eleições de 2016, Thammy Miranda se candidatou a vereador de São Paulo, recebeu 12.408 votos e se tornou vereador suplente, sem ter ocupado o cargo até o momento.