“Isso é tão gay”! Uma expressão que pode ofender?

Sem categoria
4 de setembro de 2012
por Genilson Coutinho

A palavra “gay” em inglês não significa apenas homossexual, mas também significa “uma negação” ou “rejeição”. Uma universidade americana decidiu medir o impacto desta ofensa velada a gays, lésbicas e bissexuais.

A universidade de Michigan deu um toque científico a esta sentença e publicou no Journal of American College um estudo sobre o impacto real da frase “Isso é tão gay” na saúde dos jovens gays, lésbicas e bissexuais.

Esta frase significa “é uma porcaria” ou “isso é uma merda”, mas o termo “gay” adiciona à frase uma pesada crítica pessoal. Uma expressão recorrente.
De acordo com o estudo feito com 144 lésbicas, gays ou bissexuais entre 18 a 25 anos, os estudantes da comunidade que iriam ouvir esta frase muitas vezes seriam mais propensos a sofrerem de dores de cabeça e problemas alimentares. “Ouvindo isto dá a impressão de que ser gay é um problema”, diz.

Michael Woodford, coautor do estudo e professor de Ciências Sociais. “Os alunos desta minoria sexual podem realmente se sentir excluídos dentro de seu campus ao ouvirem esta frase” e o termo “Isso é tão gay” é ouvido frequentemente pelos corredores da universidade. Cerca de metade dos entrevistados admitiram terem ouvido esta expressão pelo menos 10 vezes nos
últimos 12 meses.

Polêmica Katy Perry
Para Michael Woodford, seria necessário apenas um pouco de prevenção para que estes problemas sejam evitados. “A comunidade universitária deve entender que o uso de tal expressão pode fazer muito mal aos alunos. Com sorte, eles terão iniciativas que eliminem estas palavras do campus”.

O problema, segundo Woodford, é que muitos não fazem a conexão entre a expressão “Isto é tão gay” e ser gay. Uma desculpa utilizarem esta expressão, especialmente depois da polêmica em torno da canção de Katy Perry “Ur so gay”, que se traduz claramente como “você é tão vazio”.

Fonte: site Tetu