Integrantes do CUS defendem dissertação e tese nos próximos dias

Comportamento, Social
31 de agosto de 2016
por Genilson Coutinho

Dois intengrantes do grupo de pesquisa Cultura e Sexualidade (CUS) defenderão seus trabalhos de pós-graduação nos próximos dias. No dia 1º de setembro, às 14h, na sala 301 do Pavilhão de Aulas 4, campus de Ondina, o mestrando Samuel Macêdo defende a dissertação Entre beatas, multidões e travestis: uma cartografia da abjeção do cinema do Cariri cearense. O trabalho analisa a produção de vários filmes produzidos naquela região em diálogo com os estudos sobre cinema, pós-coloniais e queer. A banca será composta por Maurício Mattos e Salete Maria, além do orientador Leandro Colling.

Já no dia 5 de setembro, às 14h, na sala de videoconferência do PAF3, é a vez de Carlos Henrique Lucas Lima defender a sua tese de doutorado, intitulada Linguagens pajubeyras: re(ex)sistência cultural e subversão da heteronormatividade. O doutorando defende que a tese de que as linguagens pajubeyras se constituem em um repertório vocabular e performativo de resistência aos regimes regulatórios de gênero e sexualidade (vide composição da banca no folder).

Os dois trabalhos foram orientados pelo professor Leandro Colling, coordenador do CUS, e realizados no Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade (Poscultura), do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos da UFBA

As defesas são públicas e abertas para qualquer pessoa interessada.