Ingressos à venda para espetáculo sobre a vida de Chico Xavier

No Circuito, Teatro
18 de julho de 2017
por Genilson Coutinho

Peça acontece nos dias 21,22 e 23 de julho, no Teatro Sesc Casa do Comércio

Estão à venda os ingressos para o espetáculo que retrata a vida e obra do médium Chico Xavier, que se apresenta em Salvador dias 21, 22 e 23 de Julho no Teatro Sesc Casa do Comércio. Com texto de Flávio Serra, a  direção é assinada pela talentosíssima Ana Rosa, que também é diretora de “Allan Kardec” e de “Violetas na janela” – esta última é sucesso há cerca de 20 anos. Narrando a vida do médium, filantropo e um dos mais importantes expoentes do espiritismo, o Francisco Cândido Xavier. De sua infância à morte, com o passo a passo de sua fé e da dedicação à Doutrina Espírita, dos seus estudos e do seu desenvolvimento da psicografia.

Os ingressos custam entre R$ 38,00 e R$ 76,00 e podem ser adquiridos no site compreingressos.com/catalogodeteatro (sem cobrança da taxa de conveniência) e no local.

Em cena, o público poderá conferir a história emocionante desse brasileiro, nascido de uma família humilde, na cidade de Pedro Leopoldo (interior de Minas Gerais), que perdeu a mãe, Rita de Cássia, ainda menino; os abusos que sofreu de sua madrinha, que cuidou dele por um tempo; e a perseguição que aguentou daqueles que não acreditavam em seu dom de ver e ouvir espíritos. Numa das passagens do texto que a plateia verá, certa vez, o padre Scarzelli, descrente do talento de Chico, o mandou rezar mil Ave-Marias por conta do que ela taxava como “fantasias de menino”.

Em anexo, release e fotos.

SERVIÇO

Dias 21, 22 e 23 de Julho

Local: Teatro Sesc Casa do Comércio

Horários: Sexta, 21h – Sábado e Domingo, 20h

Ingresso: R$ 76,00 e R$ 38,00

Duração: 90 minutos.

Classificação: livre.

 

FICHA TÉCNICA                                                                                                                                  

Texto: Flávio Serra

Direção: Ana Rosa

Elenco: Rogério Fabiano, Érica Collares, Ana Carolina Rainha e Antônio Pina.