II Encontro de Lésbicas e Mulheres Bissexuais da Bahia abre programação nesta quarta-feira (27), em Salvador;confira a programação

Comportamento, Social
27 de agosto de 2014
por Genilson Coutinho

lesbi

O Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade (Nugsex Diadorim) da UNEB, o Fórum Baiano LGBT, a Liga Brasileira de Lésbicas e o Grupo  realizam o II Encontro de Lésbicas e Mulheres Bissexuais da Bahia (EnLesBi) de 27 a 30 de agosto, no Grande Hotel da Barra

O encontro  tem como objetivo  promover um espaço de empoderamento, debates acerca das questões da comunidade lésbica e bissexual e proporcionar o compartilhamento de experiências no ativismo e de enfrentamento às violências.

PROGRAMAÇÃO

1º Dia (27/08) – Chegança  -Acolhimento e credenciamento

 

Exposição

9h -17h: Credenciamento

12:00 h: Ageum coletivo (almoço)

14h-17h: Mística de acolhimento\ Mandala de Fotos das participantes

Questões norteadoras:

  • Memórias  I EnLesBi – Trajetória coletiva de empoderamento
  • Relatos de Experiência: “ Eu Sou Lésbica, eu Sou Mulher Bissexual – Eu te deixo Ser , deixa –me Ser então

18:00 h: ABERTURA – Roda de conversa com apoiadores do II ENLESBI 

 

2º dia (28\08) – 4 rodas de Diálogos Formativos

Mediadoras:

Ana Carla Lemos (PE); Carla Ayres (SC), Goreth Gomes (RN), Kelly Vieira (SC), Gui Cunha (SC), Heliana Hemeterio (SC), Rosilaine Dias (RS), Virgínia Nunes (SC) Silvana  Conti (RS)

Ativistas da Bahia

8:30 às 10h

Diálogo Formativo I

Lesbianidades, Bissexualidades e Transsexualidades: discutindo nossos feminismos,  tecendo parcerias

 Objetivo:

Reconhecendo a identidade como uma produção que está sempre em processo e nunca se completa,  negando toda e qualquer noção essencializante e biologizante da sexualidade, é  propósito desse diálogo é   discutir  a noção identidade como um dispositivo histórico que deve ser problematizado no tempo e no espaço; b) discutir a identidade sexual e a identidade de gênero como essenciais para a dignidade e humanidade de cada pessoa; c) fomentar a parceira lesbitrans feminista.

10:00 ás 10:15h

Café Lúdico I

 10:15 às 12h:

Dialogo Formativo II

Lesbianidades, Feminismos e Geração: discutindo nossas Ancestralidades em movimento

 Objetivo:

Reconhecendo os  feminismos e as lesbianidades como movimento político multifacetado,  multigeracional, plural, onde coexistem diferentes vozes reivindicando presença, o propósito desse diálogo é discutir as diferentes gerações das lesbianidades feministas e a transmissão intergeracional no movimento de lésbicas do Brasil.

12h às  14:00h

Almoço coletivo

 14:00 às 16:00h

Dialogo Formativo III :

Impactos da lesbofobia,  racismo, sexismo, machismo heteronormatividade  e sororidade feminista no corpo das lésbicas e mulheres bissexuais

 Objetivo:

Reconhecendo que são grandes e complexos os desafios a serem enfrentados em relação à prevenção e ao enfrentamento  da violência sofrida pela população lésbica e de mulheres bissexuais, o propósito desse diálogo é refletir sobre o papel do Governo, da Universidade e do Movimento Social na efetivação do combate as violências decorrentes dos diferentes sistemas de opressão que afetam os corpos LGBT, desenhando seus grandes desafios. Também é propósito do diálogo discutir estratégias de sistematização de estatísticas e pesquisas sobre as situações de violências contra LGBTs praticadas em razão de sua orientação sexual e identidade de gênero.

16:15 às 18:15

Diálogo Formativo IV:

Lesbofobia,  Racismo Institucional e Autonomia: a inserção das Lésbicas e mulheres Bissexuais  no Mundo do Trabalho.

 Objetivo:

Reconhecendo que é comum empregadores terem dúvidas no momento da contratação de um empregado que se apresente com orientação LGBT, reconhecendo ainda que o preconceito sofrido pelos homossexuais é similar ao que atinge negros, mulheres, deficientes físicos e mentais no universo empresarial, o propósito desse diálogo e discutir, sanar dúvidas em relação à legislação vigente e discutir estratégias para o enfrentamento  à homofobia e ao racismo suas decorrentes manifestações de intolerância no âmbito do trabalho.

 3º dia (29\08) – 3 rodas de Diálogos Formativos

Mediadoras:

Ana Carla Lemos (PE); Carla Ayres (SC), Goreth Gomes (RN), Kelly Vieira (SC), Gui Cunha (SC), Heliana Hemeterio (SC), Rosilaine Dias (RS), Virgínia Nunes (SC) Silvana  Conti (RS)

Ativistas da Bahia

 8:30 às 10h

Diálogo Formativo V:

Políticas de Prevenção e tratamento das DST/AIDS e Hepatites virais: Um diálogo sobre a saúde integral das lésbicas e mulheres bissexuais

Objetivo:

Reconhecendo a importância do movimento de lésbicas e mulheres bissexuais como agentes fomentadores de políticas de saúde LGBT, reconhecendo a importância do diálogo entre movimentos sociais, universidade e Estado para efetivação de politicas específicas com foco na saúde integral das lésbicas e das mulheres bissexuais, o propósito desse diálogo é a troca de experiências e relatos que reflitam a participação das lésbicas e mulheres bissexuais como multiplicadoras no controle das  DST’s,  HIV/AIDS  e Hepatites Virais.

 10:00 ás 10:15h

Café Lúdico II

 10:15 às 12h:

Diálogo Formativo VI – Educação para diversidade: “somos da educação e não toleramos violência!”

 Objetivo:

Reconhecendo o sistema educacional é sexista, patriarcal e racista, que transforma a escola em espaço de produção e reprodução das desigualdades de gênero e das discriminações raciais; reconhecendo a importância da escola como espaço privilegiado de transformação social, o propósito desse diálogo é refletir sobre o processo de desnaturalização dos preconceitos na escola e nas universidades fomentando a garantia do direito à Educação. Também é propósito  refletir sobre a   interseccionalidade das categorias raça, gênero e sexualidade para compreensão das diferenças nos espaços de educação.

12h às  14:00h

Almoço coletivo

14:15 às 16:15

Diálogo Formativo VII

Tecendo o III Enlesb: Roda de deliberações

 Espaço que se propõe ao avaliar o II Enlesbi e  deliberar sobre o III Enlésbi, buscando tecer em rede a sua construção. Tem a finalidade de constituir a próxima Coordenação Executiva, assim como organizar as comissões de trabalho para a realização do III Encontro de Lésbicas e Mulheres Bissexuais da Bahia.

19h – Encerramento – Xirê das pretas lésbicas 

DIA 30/09 – Retorno paraos municípios

10h I Marcha Lésbica Feminista do EnLesBi – Local: Trecho saída do Grande Hotel da Barra até Farol da Barra