Ícone da cena LGBT, gogo boy Léo Brito é encontrado morto

Notícias
24 de junho de 2017
por Genilson Coutinho

Metropoles

Figura conhecida da noite LGBT brasiliense, o dançarino Léo Britto foi encontrado morto na madrugada desta sexta-feira (23/6). De acordo com relatos de pessoas próximas ao gogo boy, ele faleceu em sua casa.

Britto trabalhou como gogo boy por quase 20 anos na noite da capital. Nesse caminho, passou pelas boates mais tradicionais da cidade: Garagem, Blue Space, Oficina e Victoria Haus. Também atuou em baladas famosas da cena LGBT, como a Festa de Lili.

 Diversos produtores de festas lamentaram a morte de Britto. Não há adeus mais difícil que aquele que sabemos que é para sempre. Era um grande amigo, alguém em que pude confiar e contar. Dói saber que não teremos mais você”, disse Lili Santana.Thales Sabino, sócio da Victoria Haus, lembra que Britto era uma pessoa extremamente educada e profissional. “Sempre foi muito carinhoso e parceiro, fizemos muitas festas com ele no elenco. Como dancer se tornou uma “figurinha da cena”, se dava bem com todos”.

Detalhes sobre o enterro ainda não foram divulgados.