Homofóbico: Levy Fidelix associa gays à pedofilia em debate e gera protestos nas redes sociais

Notícias
29 de setembro de 2014
por Genilson Coutinho

Levy

A participação do candidato Levy Fidelix (PRTB) no debate da noite deste domingo (28), na TV Record, gerou inúmeros protestos em sites de redes sociais após o presidenciável associar homossexualidade e homofobia. Segundo ele, os homossexuais “precisam de atendimento psicológico e bem longe da gente”.

No final do debate internautas utilizaram a hashtag #LevyVocêÉNojento no Twitter. “Você já imaginou o Brasil, tendo 200 milhões de habitantes, se começar com isso, vai passar a ter 100 milhões. Se você for para a Paulista (avenida) vai ver que está feio o negócio”, respondeu Levy Fidelix a uma pergunta feita por Luciana Genro.

Luciana Genro rebateu a afirmação e defendeu que defende “todas as famílias. Não importa se são dois homens e duas mulheres. O que importa é que as pessoas se amem”.

Fidelix voltou a criticar os homossexuais. “Dois iguais não fazem filho. Me desculpe, mas aparelho excretor não reproduz. Tem candidato que não assume isso com medo de perder voto. Prefiro não ter esses votos, mas ser pai, avô que instrua seu neto. Não vou estimular a união homoafetiva. Se está na lei, que fique como está.

Foto: APF