Homofobia nas residências universitárias da UFBA ;veja nota de repúdio divulga pelo grupo gay das residências

Sem categoria
13 de julho de 2013
por Genilson Coutinho

 

Nota de Repudio ao Ato Homofóbico Ocorrido no RU da UFBA

Grupo Gay das Residências (GGR), entidade representativa dos LGBTs das Residências Universitárias da UFBA juntamente com a Comissão de Representação da Residência R1, vêm através da presente nota manifestar seu repúdio ao ato de homofobia ocorrido na última quinta-feira 11, na área externa do Restaurante Universitário (RU), localizado no Corredor da Vitória.

A prática homofóbica por parte de alguns residentes e funcionários ocorreu quando dois estudantes homossexuais foram compelidos a não continuarem namorando na área externa do restaurante, onde vários casais heterossexuais costumam namorar. Por questão de auto preservação os estudantes não quiseram indicar os homofóbicos, mas resolveram denunciar o ato para que não aconteça com outros casais de qualquer orientação sexual. É inaceitável que atos de homofobia, que são caracterizados pelo medo e resultante do desprezo pelos homossexuais, ainda façam parte do dia a dia das Residências Universitárias da UFBA.

GGR como entidade representativa dos LGBTs da Residência Universitária da UFBA e a Comissão de Representação da R1, não poderia ficar calado diante de um ato de violação dos direitos da população LGBT e, mais uma vez reafirmando nosso compromisso de lutar contra todas as formas de opressão convocamos todos e todas à comparecerem na próxima quarta-feira, dia 17 de julho de 2013, ás 19 horas, para protestar contra a homofobia, em defesa da livre manifestação de afeto e de direitos iguais para todos independente de sua orientação sexual.

Uma sociedade mais justa e igualitária só será formada quando o respeito pelo outro fizer parte do nosso cotidiano. Consideramos que Toda Forma de Amar é Válida e não iremos nos calar diante de quaisquer manifestações de preconceito, fruto da ignorância e do desrespeito ao próximo.

Desde já, lamentamos e repudiamos profundamente o acontecido no Restaurante Universitário na última quinta-feira e reiteramos que o debate político, o combate a toda forma de opressão e a luta contra a homofobia, machismo, racismo e intolerância religiosa dentro e fora dos muros das Residências e da Universidade devem se intensificar a cada dia. Encerramos a presente nota afirmando que devemos nos organizar contra toda forma de opressão e violência homofóbica, repudiando tais atitudes e fortalecendo a luta pela igualdade de direitos, independente da orientação sexual de cada um, para assim iniciar a superação dos preconceitos existentes em nossa sociedade.

Salvador 13 de Julho de 2013.

Grupo Gay das Residências (GGR)