Grupo Gay de Camaçari divulga lista de agraciados com o Troféu Eduardo Barbosa

Sem categoria
15 de agosto de 2011
por Genilson Coutinho

O Grupo Gay de Camaçari (GGC) divulga mais uma edição do Troféu Eduardo Barbosa edição 2011. A iniciativa do GGC tem a finalidade de reconhecer o trabalho de pessoas e atuação de entidades da sociedade civil e órgãos públicos imbuídos no combate às expressões da homofobia em Camaçari e na Bahia. A entrega do Troféu acontece no dia 24 de setembro ás 20h no Plenário da Câmara Municipal.

O evento vai constar de atividades artísticas e culturais e entonação do Hino Nacional na voz da cantora Mariene de Castro para alegria dos convidados. Alegria que não fica somente na platéia, mas que também é expressa pelo GGC “É uma felicidade muito grande todo ano poder fazer esse reconhecimento a quem nos ajudam a sermos cidadãos”, disse Paulo paixão, presidente do GGC e mestre de cerimônia da sessão de entrega do Troféu.

Os campeões de indicações são eles Supremo Tribunal Federal pelo reconhecimento da União Homoafetiva como entidade familiar, Ministério Público e seus órgãos na Capital e na Região Metropolitana. Como destaques três Delegadas de Policia Civil recebem o reconhecimento de suas atuações pelo GGC, são elas; Patrícia Nuno, Maria Tereza e Thais Siqueira.

A mais recente indicação do GGC foi o reconhecimento ao Conselho de Educação do Estado da Bahia, Conselheira relatora Alda Muniz Pepe relatora do Parecer 208/2011 que concede o direito a transexuais e travestis de usarem seu nome social – identificação preferida à do registro oficial – no ambiente escolar.

Confira a lista dos agraciados nas respectivas categorias; Poder Público, Categoria Organização não Governamental, OSC, Artes e Artistas, Personalidade, Justiça e Cidadania, Mídia, Publicidade e Comunicação com destaque para os programas Mosaico Baiano, Jornal da Manhã da Rede Bahia e Soteropolis da TV-E. Clique na categoria desejada para ver os indicados.

Categoria Publicidade e Comunicação

Agência de Publicidade Propeg
Pelo vídeo “A União Homeafetiva agora é lei. Levante você também essa bandeira” feio para o GGB em louvor e divulgação da decisão do Supremo Tribunal Federal que reconhece a União Homoafetiva como entidade familiar.

Instituto de Radio e Difusão da Bahia (IRDEB).
Programa Soteropolis – TVE
Por exibir programa sobre a decisão do STF no que  diz respeito a união civil entre pessoas  do mesmo sexo exibido ao ar no dia 19 de maio de  2011.

Jornal da Manhã – Rede Bahia de Televisão. Com foco nos jornalistas Giorgina Maynart e Ricardo Ismael pelo tratamento adequado de noticias relacionadas  a população LGBT da Bahia.

Programa Mosaico Baiano. Rede Bahia de Televisão – TV Bahia
Pelo programa em dois blocos semanal sobre a legalização da União Civil pelo STF. Exibidos em 13 e 21 de maio de 2011.

TV da Câmara Municipal de Camaçari. Programa Câmara em Debate com foco na Jornalista Natalia Leony. Matéria que abordou a decisão do STF que considera as Uniões Homoafetivas como entidade familiar.

Programa Lorotas com Maroca, Ana Mara BBB. TV Salvador.
Por divulgar em seus programas particularidades da cultura LGBT de forma positiva e simpática.

Justiça e Cidadania

Senhora Maria Tereza. Delegada de Policia Civil em Camaçari.
Pelo seu compromisso no combate a homofobia  e com a igualdade racial como Delegada de Polícia.

Senhor Eduardo Milléo Baracat. Excelentíssimo Juiz Titular da 9ª Vara do Trabalho de Curitiba, PR.
Por sua atuação na implementação da Resolução 200 da OIT- organização Intenacional do Trabalho com a difusão das informações e realização do Seminário: AIDS E TRABALHO: UM ANO DA RECOMENDAÇÃO 200 DA OIT.

Senhora Thais Siqueira. Delegada de Policia Civil da Delegação da Mulher em Camaçari. Pelo seu compromisso e atenção com a causa do combate a homofobia e ao machismo em Camaçari.

Senhora Patrícia Nuno. Delegada de Policia Civil. Pelo seu trabalho destacado a frente da titularidade da 1º Delegacia de Policia Civil do Complexo de Delegacias dos Barris, Salvador, na apuração de crimes homofobicos na construção do retrato falado do assassino do apresentador Jorge Pedra.

Senhora Maria do Carmo Alves. Senadora da República pelo Estado de Sergipe.
Pela autoria do Projeto de Lei que obriga todos os hotéis e motéis á distribuir preservativos de forma gratuita.

Senhor Chico D’ Ângelo. Deputado Federal do Rio de Janeiro.
Pelo seu trabalho de destaque no Congresso nacional na condução da Frente Parlamentar Nacional de DST/AIDS.

Categoria Personalidade Atuante

Senhora Luiza Maia. Deputada Estadual (PT-BA)
Pelo seu compromisso público na defesa da cidadania LGBT em Camaçari desde seu primeiro mandato de vereadora municipal.

Senhor José Marcelino.Vereador Municipal (PT-Camaçari)
Por sua destacada atuação na promoção dos Direitos Humanos na cidade.

Senhor Oto da farmácia. Vereador Municipal (PSDB-Camaçari)
Pelo seu trabalho incansável na luta contra a violação dos Direitos  Civis em Camaçari. Autor da Lei do dia municipal de Luta contra AIDS

Senhora Marta Rodrigues. Vereadora Municipal de Salvador (PT-SSA). Pela defesa da regulamentação da Lei Municipal que pune a homofobia no âmbito do município. Promoção de audiências públicas em Salvador com temáticas de relevância para o Movimento LGBT. Defesa da consolidação de Plano Municipal para a População LGBT com dotação orçamentária especifica.

Senhor Ademar Delgado. Secretario de Administração de Camaçari. Pelo apoio institucional as ações voltadas para as populações mais vulneráveis de Camaçari e entorno.

Categoria Artes e Artista

Espetáculo Teatral Pólvora e Poesia. Diretor Fernando Guerreiro. Peça que aborda um dos maiores casos de amor da história envolvendo os poetas Arthur Rimbaud (1854-1891) e Paul Verlaine (1844-1896). O espetáculo conta a “escandalosa” historia de amor dos dois poetas que chocou a intelectualidade francesa da época.

Fanfarra Estudantil de Camaçari (Fanesc)
Por incentivar a participação de alunos LGBT em seus desfiles e corpo principal como balizas acrobáticas e tocadores de instrumentos.

Estilista Di Paula.
Pelo incentivo aos novos estilistas e vasta produção de cultura e conhecimentos LGBT ao longo de sua vida.

Estilista Alberto Cordeiro.
Pelo seu reconhecido trabalho na produção de moda, incentivo aos novos talentos, desing e vanguarda em Camaçari no segmento.

Escola de Samba União da Ilha do Governador, RJ.
Pela escolha do Samba-enredo do carnaval 2011 “O Mistério da Vida” que aborda a decisão do Supremo Tribunal Federal que reconhece as uniões homoafetivas como núcleo familiar.

Categoria Organização não Governamental, OSC

 

Associação Brasileira de Gays, Lesbicas,Bissexuais, Travestis e Transexuais.  Presidente Toni Reis.
Pela atuação da ABGLT no fortalecimento das entidades filiadas e no enfrenta mento da homofobia no Brasil.

Grupo Gay da Bahia. Presidente Marcelo Cerqueira
Pela divulgação dos crimes contra LGBT nos Estados Brasileiros e pela atuação institucional no combate a homofobia no Estado da Bahia.

Grupo de Apoio e Prevenção a Aids/GAPA – Bahia
Pela atuação na prevenção do HIV/Aids e DST, assistência e jurídica para as PVHA no Estado da Bahia.

 

Vôlei Futuro. Extensivo a toda diretoria
.Pelo apoio ao jogador meio de rede Michel vitima de ação homofobia praticada pela torcida Sada/Cruzeiro na Superliga Masculina.

Grupo Pela Vidda – Rio de Janeiro, RJ.
Pela oferta de atendimento jurídico as PVHA no Rio de Janeiro, exemplo de ativismo para todo o Brasil.

Conselho Estadual de Educação da Bahia. Senhora Conselheira Alda Muniz Pepe relatora do Parecer 208/2011 que concede o direito a transexuais e travestis de usarem seu nome social – identificação preferida à do registro oficial – no ambiente escolar.

Associação de Defesa Homossexual de Sergipe. Presidente Marcelo Lima. Atuação do projeto Educando para a Diversidade. O Projeto promove atividades educativas, como seminários, oficinas e palestras, com o objetivo de reforçar a luta contra o preconceito que atinge a comunidade LGBT. Ao todo, 25 adolescentes foram selecionados e estão sendo capacitados para atuar em cinco escolas públicas.

Categoria Poder Público

Diadorim – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidades da Universidade Estadual da Bahia. Prefeitura Municipal de Camaçari,prefeito Luiz Carlos Caetano.

Salvador,Bahia, domingo, 13 de agosto de 2011 ás 18hs por Marcelo Cerqueira

Prefeitura Municipal de Camaçari, prefeito Luiz Carlos Caetano.
Pela implantação da Secretaria de Cidadania e Inclusão e criação da  Coordenação de Políticas Públicas para LGBT no plano municipal.

Secretaria de Cidadania e Inclusão, secretário Carlos Silveira.
Pela inclusão da população LGBT de Camaçari no Programa Camaçari sem Miséria.

Secretaria Municipal de Saúde, secretário Camilo Pinto.
Pela inclusão do nome social das Travestis e Transexuais nos prontuários das unidades de Saúde e pelo apoio prestado ás Pessoas que vivem com Hiv/Aids (PVHA) na cidade.

Câmara Municipal de Camaçari, presidente vereador José de Elísio.Pelos relevantes trabalhos prestados aos LGBT de Camaçari e pela inclusão de PVHA nos projetos da Câmara Municipal.

Ministério da Saúde
Pelo trabalho com as populações em situação de vulnerabilidade e por sua escuta junto aos movimentos sociais. Assumindo a presidência do Conselho Nacional de Saúde e fortalecendo os espaços de controle social.

Diadorim – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidades da Universidade Estadual da Bahia. Pelas pesquisas e a promoção de ações de combate a homofobia. Destaque para A UNEB Combatendo a Homofobia. A iniciativa teve a finalidade de criar ambiente de discussão entre o corpo discente e docente a UNEB as redes municipais e estadual de ensino, sobre as formas de enfrentamento do preconceito direcionado a homossexuais.

Coordenação Municipal de DST/ AIDS de Camaçari. Senhora Enfermeira Jamile Ribeiro. Pelas ações de educação, prevenção, diagnostico e tratamento das DST/HIV/Aids e ações em parceria com Grupo Gay de Camaçari (GGC) e Grupo Anti-Aids de Camaçari (GAAC).

Ministério Público Estadual da Bahia. Dra.Márcia Teixeira
Pela promoção de ações de fortalecimento e visibilidade LGBT na Bahia e pela atuação no Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Promotoria Pública de Camaçari.
Pela atenção e serviços prestados a população LGBT e PVHA de Camaçari.

Tribunal Superior Federal da Bahia, Tribunal de Justiça da Bahia.  Pela pronta confirmação da decisão do TSF que reconheceu a união homoafetiva como um núcleo familiar como qualquer outro.