Grupo Gay da Bahia celebra 33 anos de luta e concede títulos honorários a militantes brasileiros e estrangeiros

Sem categoria
28 de fevereiro de 2013
por Genilson Coutinho


Nesta quinta-feira 28, de fevereiro de 2012, o Grupo Gay da Bahia completa 33 anos de existência, sempre na frente da luta contra a homofobia. Fundado em 1980, o GGB é a ONG Gay mais antiga em funcionamento na América Latina e uma das mais respeitadas em todo mundo. Foi pioneira em muitas áreas: a primeira ONG homossexual a se registrar como sociedade civil, a ser considerada de utilidade pública municipal, de iniciar a prevenção da Aids, denunciar e divulgar os assassinatos de LGBT, a realizar a Parada Gay da Bahia, e a fundar o primeiro grupo de travestis do Nordeste.
Para marcar a data o GGB irá conceder o titulo honorário a vinte militantes e aliados que se destacaram nas lutas em prol da comunidade LGBT.

Veja a relação :

1. Alípio de Sousa Filho, antropólogo, RN

2. Amauri Carvalho, militante e pesquisador da mídia, RN

3. André Fischer, fundador do Mix Brasil, SP

4. Benjamim Bee, do blog Quem a Homofobia matou hoje, SP

5. Carlos Tufvesson, militante e coordenador do CEDS, RJ

6. Eduardo Michels, do blog Quem a Homofobia matou hoje, RJ

7. Edward Macrae, antropólogo e militante, SP/SSA

8. Flávio Alves, militante, RJ/USA

9. Frederick Whitam, (in memoriam) sociólogo, USA

10. Genilson Coutinho, do site Dois Terços, SSA

11. Harold Johnson, historiador, USA

12. João Nery, pioneiro militante transhomem, SP

13. João Silvério Trevisan, militante histórico do Somos, SP

14. Osvaldo Braga, fundador do Grupo Gay de Minas, JF

15. Oswaldo Fernandez, antropólogo, SSA

16. Paul Beppler, militante e tradutor, Canadá

17. Ricardo Aguieiras, militante histórico do Somos, SP

18. Robert Howes, militante e pesquisador, UK

19. Vagner Almeida, cineasta e militante, RJ/NY

20. Walter Silva, do blog Quem a Homofobia matou hoje, PB